VMWorld 2017 com presença e palestra de Cloud IBM Brasil !

Olá Leitores,

O VMWorld é uma conferência global para virtualização e Cloud Computing, criada pela VMware. Para quem não conhece, sem duvida nenhuma é um dos grandes eventos de tecnologia.

Este ano o VMWorld acontecerá em Agosto de 27 a 31 – em Las Vegas no Mandalay Bay Hotel & Convention Center.

Marcando presença pela IBM e pelo time de CLOUD BRASIL, mais uma vez nosso amigo Tarsio Zambrana – LA Senior Cloud Engineer recebeu um convite da VMWare e irá explicar como  ter liberdade e controle em Cloud IBM, acelerando a jornada de transformação digital dos seus negócios com segurança e custos reduzidos.

VMworld-2017

O nome da palestra será.: “Understand how VMware NSX/VSAN and IBM BlueMix are truly delivering Business Continuity to Latin America Customers [VMTN6624U]” .

Para que estiver por lá será em – Aug 30, 12:30 p.m. – 12:45 p.m.

Session Type:  VMTN Network vBrownBag TechTalk
Market Segment:  Enterprise
Session Audience:  IT – All
Product and Topics:  NSX, vSAN, vSphere
Technical Level:  Technical – Advanced

Em detalhes nesta palestra., iremos explicar como a Cloud IBM com parceria da VMware está usando todos os recursos do VMware como NSX e VSAN.

Exploraremos algumas das poderosas ferramentas como Load Balancer, L2VPN, IPSec VPN, L2 Bridging e outros para fornecer qualquer tipo de funcionalidade que os clientes precisam e apresentar pelo menos 3 a 4 implementações reais de produção em toda a América Latina.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Vídeo

WebCast: Cross-Cloud VMware e IBM Bluemix

Olá Leitores,

Anotem aí na agenda: Dia 1º de agosto, das 11h00 ao 12h00

Nosso amigo Tarsio Zambrana – LA Senior Cloud Engineer irá explicar como
ter liberdade e controle em Cloud, acelerando a jornada de transformação digital dos seus negócios com segurança e custos reduzidos.

banner

Temas abordados:

  Arquitetura VMware-IBM Bluemix de nuvens públicas e híbridas

  Como entregar aplicações distribuídas geograficamente sem a preocupação da compatibilidade

  Aproveitando o conhecimento da plataforma VMware local no ambiente de Nuvem

 

A Plataforma de virtualização de redes e segurança da VMware oferece:

  Uma nova visão de Arquitetura para Provisionamento da infraestrutura de rede e segurança

  Migração transparente de Cargas de Trabalho entre o Data Center local e a infraestrutura de Nuvem

  Redução de custos de CAPEX, OPEX em relação às soluções tradicionais de Data Center multi-site Ativo-Ativo ou Ativo-Backup

  Automação e integração das infraestruturas de Data Center locais e na nuvem

 

Inscreva-se agora mesmo através do link: http://itbroker.com.br/vmware/webcast/cross_cloud_com_vmware_e_ibm_bluemix/index.html

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Serverless Computing ajudará na redução de custos da TI

Olá Leitores,

No começo deste ano fiz um post sobre como Serverless Computing pode facilitar a automatização de sua TI , onde abordei os benefícios que essa tecnologia traz e que realmente possibilitará empresas terem seus ambientes automatizado sem a necessidade de grandes investimentos de dinheiro e tempo.

Para quem não conhece ainda o tema vale a pena ver o post acima, mas ressalto que a grande sacada em Serverless Computing” é justamente ser utilizado sem a necessidade de comprar, alugar ou provisionar servidores ou máquinas virtuais para o código de back-end executar.

Que tal usar um conjunto de microserviços e serem ativados por eventos específicos (como o registro de usuário, uma autenticação, performance, etc) ou ser configurado para ser executado atrás de uma plataforma de gerenciamento de API.

network-2402637_1280
Mas por que serveless reduzirão os custos de TI ?

De acordo com a análise mais recente da 451 Research para a maioria das novas aplicações, uma solução serverless oferece um menor custo total de propriedade (TCO) do que as máquinas virtuais (VMs) ou containers.

Na prática o TCO de serverless tende a ser menor que VMs, porque não há necessidade dos desenvolvedores provisionar, configurar e gerenciar a infraestrutura.

Por exemplo, quando uma função serverless está ativa por apenas três quartos do mês, ele só precisa de uma economia de 10 minutos na sobrecarga operacional para máquinas virtuais sem servidor para bater em TCO.

A pesquisa indica que, mesmo sem as economias no tempo de desenvolvimento, a capacidade de aumentar a utilização de serverless significa que é mais barato do que usar VMs quando o código é executado menos de 500.000 vezes por mês.
perf

A pesquisa descobre que a IBM é menos dispendiosa para scripts de duração de 0,1 segundos e o Azure é o mais barato para scripts de 10 segundos – assumindo que os requisitos de memória correspondem a alocações de tamanho predeterminadas.

Além disso, a IBM oferece uma vantagem de custo distinta ao permitir que os usuários escolham requisitos de memória exatos, enquanto outros provedores de serviços da nuvem arredondam os números, resultando em usuários que normalmente pagam pela capacidade não utilizada.

As ofertas de Freemium serverless já estão alimentando o crescimento de novos serviços, estimulando a experimentação e ajudando as empresas a adquirir habilidades.

A adoção de serverless – ou FaaS (funções como serviço) – para continuará crescendo nos próximos anos., em 2016, 37 por cento dos decisores de TI pesquisados ​​já estavam usando tecnologia serverless.

Pense e repense sua arquitetura para que não enfrentem a complexidade típica de incompatiblidade ou mal funcionamento de uma aplicação serverless.

Para quem quiser aprofundar os conhecimentos a pesquisa em forma integral está no link a seguir. : https://451research.com/report-long?icid=4406

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Cloud, Cognitive e Quantum Computing – Sabe o futuro ? Chegou !

Olá Leitores,

A cerca de 05 anos atrás se pergutássemos para as empresas provedores de tecnologia  qual era o foco de atuação no mercado, podemos afimar que em 99,999999% dos casos a resposta seria o direcionamento para 03 (três) pilares.: Hardware, Software e Serviços. O mundo orientado a estes pilares trazia aos clientes soluções confortáveis e integradas, mas estes modelos de negócios consolidados nos últimos estão sob sérias ameaças de sobrevivência.

Uma nova TI, com novos modelos de negócio, que tal ?

Uma das palavras mais citadas hoje em dia em artigos é disrupção. Disrupção significa interrupção do curso normal de um processo. E é exatamente o que vemos por todos os lados. O surgimento de novos modelos de negócios digitais ameaçando setores enormes de indústria considerados sólidos e estáveis.

Pensando neste tema, venho estudando a evolução da TI para entender como estes disruptores conseguem atacar tão rápido e eficientemente o mercado e penso que a grande maioria deles visam tecnologias potenciais que estão sendo lançadas.

Para discursarmos um pouco sobre o tema, estudei três tecnologias que acredito ter um ENORME potêncial para que o processo de disrupção se torne cada vez mais normal. São elas : Cloud, Cognitive e Quantum Computing.

modelo-agencia-futuro

CLOUD COMPUTING.:

CLOUD já é um tema recorrente aqui no blog e como entusiasta do tema digo que o que temos hoje em Infraestrutura (IaaS), Plataforma (PaaS) e Software (SaaS) já atinge grande parte do mercado brasileiro e vem em um constante crescimento.

Para aqueles que ainda não acreditam, uma pesquisa do Gartner prevê que até 2020, qualquer estratégia para novas iniciativas de TI que não seja baseada apenas em Cloud demandará justificativa em mais de 30% das grandes organizações. Ainda pelas projeções, até 2021, dois terços das organizações globais estarão utilizando alguma solução em Cloud.cloudtogt

Cloud, sabemos, já é usado hoje para uma variedade de propósitos: Servidores Virtuais, Virtualização, Banco de Dados, Backup, Data mining, etc. A cada ano, a popularidade do cloud computing aumenta e novamente alguns insights para quem não conhece:

  • Cloud será cada vez mais ágil, escalável e com custo/benefício acessível, o que fará dela a plataforma principal para a nova geração de negócios, baseada em dispositivos móveis, redes sociais e Big Data. Deixará de ser a solução high end para aquelas empresas com grande volume de processamento de dados e se tornará o ponto de partida de todas elas.
  • Empresas perderão mercado por incompetência digital. Hoje em dia, todas as empresas são de alguma forma digitais. É necessário expandir produtos e serviços via cloud e ter uma estratégia bem definida para ter sucesso.

De acordo com o Gartner, até 2019, mais de 30% dos novos investimentos em software pelos 100 maiores fornecedores terá mudado de Cloud-first para Cloud-only. A postura atualmente bem estabelecida do uso de Cloud-first no planejamento e design de software está sendo gradualmente substituída pela estratégia Cloud-only. Isso também se aplica aos cenários de Nuvem Híbrida e Privada.

Até 2020, mais poder computacional terá sido vendido por provedores IaaS (Infrastructure as a Service) e PaaS (Platform as a Service) em Cloud do que tecnologias vendidas e implementadas em Data Centers corporativos.


 

COGNITIVE COMPUTING.:

Cognitive Computing (Computação Cognitiva) chegou e já é possível fazer grandes transformações. Não devemos subestimar.

Gosto de falar sobre computação cognitiva exemplificando algumas funções hoje já executadas por IA como: reconhecer objetos em vídeos e fotos, reconhecer emoções em textos, traduzir diferentes línguas, dirigir um veículo, pilotar um drone, detectar sinais de câncer com mais eficiência, detectar sinais de problemas ambientais e inúmeras outras situações.

Para mim está claro que estamos diante de um ponto de transformação de comunicação entre tecnologia e sociedade. Nunca antes uma revolução digital está nos proporcionando uma avalanche de mudanças tecnológicas que tem o potencial de redesenhar a própria essência da sociedade.

O primeiro grande passo que as empresas precisam entender são as implicações que IA é capaz de exercer como máquinas que podem aprender, conduzir interações humanas e  engajar  funções de alto nível em escala e velocidade incomparáveis com os processos atuais.

Sabe qual o melhor de tudo isso ? Os principais fornecedores de estão disponibilizando APIs para criar um ecossistema de aplicações em torno de seus produtos de IA. O modelo colaborativo está sendo amplamente adotado para impulsionar a evolução exponencial.

 


 

QUANTUM COMPUTING.:

Quantum Computing (conhecida também como Computação Quantica), o nome já nos leva a pensar 1001 possibilidades diferentes de execução e interação.

Não deve ser supresa que os computadores quanticos deverão superar amplamente os computadores convencionais em vários domínios, incluindo a aprendizagem de máquinas, a criptografia e a optimização de problemas de negócio nos domínios da logística e da análise de riscos.

A mágica está no fato de que, à medida que os bits duplos (chamados de “quantum-bit” ou “qubit”) são adicionados, o crescimento da capacidade de processamento é exponencial. Um computador de 4 qubits tem 16 dos tais “estados” diferentes ao mesmo tempo. Já um de 16 qubits salta para mais de 65.536 estados diferentes simultâneos. O aparelho que o IQC está criando terá cem qubits e, portanto, será capaz de fazer mais de 3 trilhões de operações ao mesmo tempo.

Atualmente, o único fornecedor em sua escala trabalhando para levar a computação quântica ao mercado de forma aberta e prática é a IBM. Mas dado o desempenho e os benefícios de segurança que esta tecnologia potencialmente tem, se for bem sucedido, isso será mais pertubador do que Cloud Computing.

 

 

Não nos resta dúvidas que o mercado de tecnologia está sendo amplamente alterado nesta década, com praticamente todas as empresas de tecnologia tendo que se reinventar.  A mudança fundamental de ferramentas para soluções, de ser definido pelo que você constrói para quais problemas você resolve é realmente o segredo do sucesso.

Agora imaginem só … Todo essa nova tecnologia baseada em Cloud vai permitir que empresas com computação tradicional ganhem acesso a recursos de computação quantica sem qualquer burocracia, utilizem e treinem seus recursos em computação cognitiva e simplesmente construam aplicações e serviços que se beneficiem de todo esse poderio.

Respire fundo e vamos lá !!!

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

This blog has been verified by Rise: Re53aa211202178a1c2c044b7c51d5166

Galeria

Inscreva-se no evento Sampa Kubernetes Meetup.

Olá Leitores, Bom Dia.

Containers, containers e mais contaires !

Para quem não conhece o Kubernetes foi desenvolvido pelo Google como parte do projeto de Borg e entregue para a comunidade open source em 2014. O Kubernetes possui mais de 15 anos e combina de infraestrutura de pesquisa do Google na execução de um containers com cargas de trabalho de produção, aberta contribuições fonte edição e ferramentas de gerenciamento para fornecer uma plataforma de aplicativos isolado e seguro que é portátil e extensível em caso de falha-overs.

O serviço de container na IBM por exemplo conta com opções de Docker e Kubernetes os quais oferecerem ferramentas poderosas, uma experiência intuitiva, além de segurança e isolamento embutido para automatizar a implantação, operação, dimensionamento e monitoramento de aplicativos ao longo de um cluster de hosts de computação independentes usando Kubernetes.

Para quem quiser começar a conhecer ou até mesmo aprofundar teremos uma ótima oportunidade aqui na IBM !!!

Acontecerá no dia 28 de Agosto as 19h00 no AUDITÓRIO DA IBM BRAZIL
Rua Tutóia, 1157 – Vila Mariana, São Paulo

Screen Shot 2017-06-27 at 22.40.09

Increva-se através do link:  https://www.meetup.com/Sampa-Kubernetes-Meetup/

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola