Serverless Computing ajudará na redução de custos da TI

Olá Leitores,

No começo deste ano fiz um post sobre como Serverless Computing pode facilitar a automatização de sua TI , onde abordei os benefícios que essa tecnologia traz e que realmente possibilitará empresas terem seus ambientes automatizado sem a necessidade de grandes investimentos de dinheiro e tempo.

Para quem não conhece ainda o tema vale a pena ver o post acima, mas ressalto que a grande sacada em Serverless Computing” é justamente ser utilizado sem a necessidade de comprar, alugar ou provisionar servidores ou máquinas virtuais para o código de back-end executar.

Que tal usar um conjunto de microserviços e serem ativados por eventos específicos (como o registro de usuário, uma autenticação, performance, etc) ou ser configurado para ser executado atrás de uma plataforma de gerenciamento de API.

network-2402637_1280
Mas por que serveless reduzirão os custos de TI ?

De acordo com a análise mais recente da 451 Research para a maioria das novas aplicações, uma solução serverless oferece um menor custo total de propriedade (TCO) do que as máquinas virtuais (VMs) ou containers.

Na prática o TCO de serverless tende a ser menor que VMs, porque não há necessidade dos desenvolvedores provisionar, configurar e gerenciar a infraestrutura.

Por exemplo, quando uma função serverless está ativa por apenas três quartos do mês, ele só precisa de uma economia de 10 minutos na sobrecarga operacional para máquinas virtuais sem servidor para bater em TCO.

A pesquisa indica que, mesmo sem as economias no tempo de desenvolvimento, a capacidade de aumentar a utilização de serverless significa que é mais barato do que usar VMs quando o código é executado menos de 500.000 vezes por mês.
perf

A pesquisa descobre que a IBM é menos dispendiosa para scripts de duração de 0,1 segundos e o Azure é o mais barato para scripts de 10 segundos – assumindo que os requisitos de memória correspondem a alocações de tamanho predeterminadas.

Além disso, a IBM oferece uma vantagem de custo distinta ao permitir que os usuários escolham requisitos de memória exatos, enquanto outros provedores de serviços da nuvem arredondam os números, resultando em usuários que normalmente pagam pela capacidade não utilizada.

As ofertas de Freemium serverless já estão alimentando o crescimento de novos serviços, estimulando a experimentação e ajudando as empresas a adquirir habilidades.

A adoção de serverless – ou FaaS (funções como serviço) – para continuará crescendo nos próximos anos., em 2016, 37 por cento dos decisores de TI pesquisados ​​já estavam usando tecnologia serverless.

Pense e repense sua arquitetura para que não enfrentem a complexidade típica de incompatiblidade ou mal funcionamento de uma aplicação serverless.

Para quem quiser aprofundar os conhecimentos a pesquisa em forma integral está no link a seguir. : https://451research.com/report-long?icid=4406

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Cloud IBM com servidores SAP certificados – Provisione agora !

Olá Leitores,

No início de Março fiz um post com o tema: “SAP em Cloud? Já disponível no IBM Bluemix Infrastructure“, onde abordei que a IBM certificou junto a SAP sua infra-estrutura IBM Bluemix a qual será capaz de fornecer flexibilidade na execução cargas de trabalho SAP.

Este ambiente foi justamente construído  para escalar facilmente provendo aos clientes velocidade de implantação de recursos e o uso para novas cargas de trabalho.

A novidade fica por conta da listagem dos servidores que estão homologados e certificados para trabalharem com workloads em SAP. Como saber ?

  1. Acesse a página SoftLayer.com e clique sobre Servidores >> IaaS certified for SAP.

    Screen Shot 2017-04-21 at 1.17.08 AM

  2. Após selecionar a opção IaaS certified for SAP, você será direcionado a uma nova página onde teremos informações pertinentes ao mundo Cloud + SAP como, indicativos de trazer aplicativos SAP de negócios críticos em execução nas soluções SAP HANA ou SAP NetWeaver para a Cloud.

    Tanto a SAP HANA como a SAP NetWeaver foram testadas e certificadas para serem executadas em servidores Bluemix bare metal, permitindo acelerar e agilizar o ambiente em nuvem, tornando mais fácil e econômico escalar ou escalar.

  3. Algumas orientações válidas referente ao ambiente são.:
    • Apenas os servidores Bare Metal contratados no modelo MENSAL estão certificados;
    • O provisionamento do ambiente respeitará o prazo de 01 à 04 horas;
    • Os ambientes de SAP Hana consistem em Linux – RedHat Enterprise;
    • SAP HANA até o momento estão disponíveis em 3 modalidades: 512GB, 1TB e 2TB;
    • VPN ou Direct Link poderão ser provisionados;
    • Os servidores possuem capacidade de até 10 Gbps;
    • Storage poderão ser contratados como disco interno da máquina (com RAID) ou Storage externo – como o Endurance ou o Performance.
    • O licenciamento do SAP é de responsabilidade do cliente;
  4. Os servidores disponíveis para iniciarmos o uso, são eles.:

    Screen Shot 2017-04-21 at 1.22.26 AM

  5. Caso queiram maiores informações, estas estão neste link.

https://www.ibm.com/cloud-computing/bluemix/sap-bare-metal-servers?cm_mc_uid=73540181295214876901897&cm_mc_sid_50200000=1492713289&cm_mc_sid_52640000=1492713289

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Cloud IBM: Múltiplas contas através de um único IBM ID.

Olá Leitores,

A Cloud IBM através do BlueMix Infrastructure traz uma experiência para navegação e utilização sobre produtos, serviços, ferramentas e sistemas que necessitam de uma visão unificada que proporcionará flexibilidade e agilidade no gerenciamento do ambiente.

Pensando nisso, a IBM lançou o ‘single sign on’ para o uso de suas respectivas plataformas de Cloud, mais conhecido como IBM ID. O objetivo desta feature é integrar o controle, segurança e gerenciamento de serviços IBM BlueMix Infrastructure em seu vasto catálogo de serviços.

Na prática, clientes que posssuem múltiplas contas e necessitam de um gerenciamento ativo e real time poderão desfrutar deste recurso.

  1. Clientes que acessam o Painel de Controle SoftLayer, ao invês de inserirem o usuário e senha tradicional, devem escolher a opção de ‘Log in with IBMid’.

    Screen Shot 2017-03-17 at 8.34.03 AM

  2. Neste step você será direcionado para a criação de seu IBMid, caso já o tenha basta acessar com suas credenciais.:

    Screen Shot 2017-03-17 at 8.35.24 AM

  3. Ao acessar sua conta ao lado direito da tela você terá todas as contas que possuem relacionamento direto com seu IBM ID e assim efetuar um fácil “Switch Account”.

    2

    Através desta navegação é possível interagir com múltiplas contas em tempo real via autenticação única.

  4. Ainda existe a possibilidade de interação e troca da Default Account.
    1
    Screen Shot 2017-03-17 at 8.43.52 AM

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Precisando de um TCO para movimentar seu SAP para Cloud ?

Leitores, Bom Dia.

Recentemente fiz um post com o nome de  ‘Cloud para 2017 – O que devemos esperar ? ‘ e nele comentei sobre os principais  workloads que as empresas devem intensificar a busca e assim a migração para Cloud.

” Aplicações ‘core business’ como ERPs, CRMs, SAP, Totvs, Oracle e grandes investimentos em DataCenters locais não serão mais desculpas para que as empresas adotem Cloud. Sendo infraestrutura, plataforma ou Software os benefícios de Cloud são evidentes e as empresas passaram a investir fortemente nesta nova modalidade.”

Atualmente pode ser difícil justificar o custo total de propriedade (TCO) quando você não tem uma compreensão clara do que os principais benefícios tangíveis e intangíveis podem ser, especialmente quando se movem aplicações ERP para Cloud. Felizmente, existem ferramentas que podem ajudá-los a avaliar os benefícios na movimentação de SAP para Cloud e assim colocarmos no papel os principais imperativos.

screen-shot-2017-02-03-at-9-41-42-pm

 

Apresento a vocês a ferramenta da IBM chamada: Cost Benefits Estimator , que ajuda as organizações a olhar para a infra-estrutura gerenciada, incluindo aquelas projetadas especificamente para cargas de trabalho SAP. Os resultados são baseados em métricas financeiras e modelos de justificação validados por terceiros.

Querem saber como funciona?

É uma ferramenta que faz algumas perguntas básicas, tais como:

  • Quantos servidores serão movidos para a nuvem?

  • Quantos recursos em tempo integral são necessáriks para suportar sua infraestrutura e aplicativos atuais?

  • Qual a industria em que sua empresa está?

  • Quantos clientes você tem?

  • Quais são os principais objetivos? (Aumentar o alcance do cliente? Melhorar o tempo de mercado? Outros fatores?)

Ao responder a essas perguntas, a ferramenta pode ajudar sua empresa a estimar as economias anuais com base em seus ambientes.

screen-shot-2017-02-03-at-9-48-33-pm

Por exemplo, permite comparações entre os custos dos custos de mão-de-obra de suporte do SAP para o ambiente atual versus os serviços gerenciados na infraestrutura de nuvem da IBM.

screen-shot-2017-02-03-at-9-52-54-pm

 

screen-shot-2017-02-03-at-9-53-55-pm

Aproveitem 🙂

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Citação

Gerencie sua infraestrutura através do APP Mobile – IBM BlueMix.

Olá Leitores, Bom Dia.

A integração entre o mundo de Infraestrutura e Plataforma na IBM previamente anunciado está em ritmo acelerado e hoje trago mais uma novidade para vocês.

img_1002

O acesso para o  IBM BlueMix Infrastructure além de ser feito através de navegadores WEB, agora também poderá ser utilizado via app mobile (em tablets e smartphones). Disponível para download na Apple Store , no Google Play e até no Windows Store com o nome de IBM BlueMix.

Com este app do IBM Bluemix você se mantem conectado e em controle dos seus serviços, servidores e network. Recursos de gerenciamento poderosos e controles altamente interativos disponibilizam o gerenciamento a qualquer momento e em qualquer lugar em sua infraestrutura nas e fácil de usar.

Lembre-se que o IBM Bluemix fornece uma plataforma de Cloud para ajudá-lo a resolver problemas reais e a estimular o valor de negócios com aplicativos, infraestrutura e serviços de um número crescente de datacenters e pontos de rede presentes ao redor do mundo. Os produtos e serviços incluem bare metal e servidores virtuais, redes, soluções de big data, soluções de nuvem privada e muito mais.

poem-1

As funções de gerenciamento que estão disponíveis no app são.:

Chamados – Precisa de ajuda, mas não está na empresa? Crie rapidamente um novo chamado para uma solicitação de suporte ou examine os chamados de suporte existentes e verifique seus status.

 

Servidores – Visualize os detalhes de desempenho e controle funções básicas com os seus servidores Bluemix virtuais e em bare metal. Desligue ou ligue facilmente um servidor, execute ping no servidor para testar sua disponibilidade de rede ou reinicialize.

servidores

 

Largura de banda – Monitore o uso da largura de banda dos seus servidores Bluemix virtuais e em bare metal.

redes

 

Finanças – Não perca as contas ! Tenha na palma de sua mão o saldo de consumo atualizado de sua infraestrutura utilizada no IBM BlueMix.

img_0996

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Status

Era uma vez SoftLayer … agora é Cloud IBM BlueMix.

Olá Leitores,

O mundo em Cloud é dinâmico e o uso de InfraEstrutura (IaaS) e Plataforma (PaaS) devem estar convergidos e atuando juntos, não tem jeito! Era questão de tempo para que a IBM torna-se 02 plataformas (SoftLayer e BlueMix) em apenas 01 só, e isso agora é realidade!

Hoje, compartilho com vocês o próximo grande passo na evolução da SoftLayer como parte do portfólio da IBM Cloud. O objetivo do IBM Bluemix agora será integrar produtos e serviços SoftLayer em seu vasto catálogo de serviços de infraestrutura, plataforma e aplicação!

Os SoftLayer produtos, serviços, ferramentas e sistemas  trarão uma experiência de cloud Bluemix unificada que proporcionará desempenho, flexibilidade e consistência da infra-estrutura SoftLayer, junto ao extenso catálogo de BlueMix que incluem serviços IBM Watson , RunTimes, Containers,  Database as a Service e muito mais.

Vamos ao mundo real … O que vai mudar para você cliente SoftLayer?

Nos próximos dias, semanas e meses, você começará a ver “Bluemix” mais e mais onde você está acostumado a ver “SoftLayer.” As ofertas de SoftLayer e ofertas de Bluemix estarão disponíveis a partir de uma plataforma de Cloud unificada, sob a marca Bluemix.

softlayerbluemix

Devemos lembrar que essa transição aconteça aos poucos e que todos os sistemas, produtos, serviços e suporte SoftLayer que vocês conhecem vão permanecer como blocos de construção fundamentais sobre os quais o catálogo do Bluemix serão construídos.

Qual é o passo a passo .. e o que está ocorrendo agora ?

  • Para os próximos meses todas as ofertas de SoftLayer estarão disponível em ambos portais: SoftLayer.com e IBM.com/Bluemix e isso significa que você pode utilizar produtos e serviços idênticos em ambos local, e eles vão ser implantadas nos mesmos DataCenters e gerenciados nos mesmos sistemas.

  • Você ainda tem acesso ao seu portal de controle SoftLayer (Control.SoftLayer.Com) para gerenciar seu ambiente de infraestrutura;

  • Você poderá criar seu IBMid Authentication e começar a desfrutar desta nova integração – via (https://console.bluemix.net/);
  • Você poderá consumir serviços e obter apenas uma fatura, a integração do Billing já está realizada ;
  • As equipes de suporte para todas as plataformas permanecerá exatamente os mesmos.

screen-shot-2016-10-24-at-9-35-58-pm

Por hoje é só., sejamos felizes com IBM BLUEMIX.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Status

Gartner 2016 – Quadrante Mágico de Cloud IaaS.

Olá Leitores, Bom Dia.

Exatamente a 01 mês atrás o Gartner públicou o Quadrante Mágico de Cloud para InfraEstrutura considerando a evolução dos provedores do ano de 2015 para 2016. Passei as últimas semanas lendo as análises, percepções e comentários de diversas fontes e assim saiu este post.

Inicialmente para quem quer ter acesso ao post completo – aqui está a referência – Magic Quadrant for Cloud Infrastructure as a Service, Worldwide.
https://www.gartner.com/doc/reprints?id=1-2G2O5FC&ct=150519


O que Cloud quer dizer para o Gartner:

Cloud computing é um estilo de computação no qual capacidades habilitadas por TI como recursos escaláveis e elásticos são entregues como um serviço usando tecnologias de internet.

Infraestrutura de Cloud como um serviço (IaaS) é um tipo de serviço de computação em nuvem que se assemelha a infra-estrutura e de centros de dados de iniciativas de TI.

  • Apenas Cloud IaaS é avaliada neste Quadrante Mágico;
  • Não abrange os provedores de armazenamento em nuvem, plataforma como serviço provedores (PaaS), provedores de SaaS, corretoras de serviços em nuvem (operadores privados) ou qualquer outro tipo de provedor de serviços em nuvem;
  • Não abrange os fornecedores de hardware e software que podem ser usados para construir infraestrutura de nuvem;

Vamos aos resultados e classificação dos provedores:

2016IaaS-MQ


Primeira referência que notei é que há um forte mensagem  na avaliação do Quadrante Mágico que enfatiza a necessidade de self-service, automação em um ambiente padronizado e principalmente lançamento de funcionalidades sob IaaS.

De maneira geral é obrigatório na avaliação do Gartner que os provedores ofereçam segurança (com multiplos orgões certificadores), marketplace (com soluções proprietárias e de parceiros), Suporte enterprise (24x7x365) via telefone, chat e ticket e que os provedores tenham o controle financeiro de conta de forma online.

O Gartner continua relatando infra-estrutura separada do resto da plataforma, mas não é o que estamos acostumado a encontrar no mercado. Muitos provedores como AWS, Azure, IBM, possuem os ambientes trabalhando juntose assim tornando o catálogo mais amplo e completo.

Faz-se necessário que todos os fornecedores ofereçam um portal, documentação, suporte técnico, suporte ao cliente e contratos em Inglês. Identificamos que muitos fornecem um ou mais destes em outros idiomas além do Inglês.

A maioria dos provedores pode realizar negócios em línguas locais. Clientes que necessitam de apoio multi-linguagem, será desafiador, principalmente para nós do Brasil.

A Gartner não considera Bare Metal ou servidores dedicados como Cloud, embora outros orgãos de mercado, incluindo IDC, Forrester, Synergy e TBR já considerem. Há uma crescente muito grande na necessidade e adoção de servidores bare metal por causa de sua segurança superior (através de isolamento físico) e um desempenho inigualável (necessário para análises intensas, aplicações em nuvem escala e cargas de trabalho empresariais, como VMware e SAP) e também em servidores virtuais dedicados.

 

Fornecedores considerados mas não incluídos no relatório do Gartner:

Está lista me chamou a atenção pela presença da Oracle e da IBM (com o BlueMix), vamos aos detalhes:

  • IBM.  Apenas SoftLayer oferta da IBM está incluído neste Quadrante Mágico, a IBM também tem outras iniciativas IaaS que não foram avaliados nesta pesquisa. Bluemix oferta da IBM – anteriormente puramente uma PaaS – foi ampliado para incluir elementos IaaS; no momento da avaliação, no entanto, a maioria destes elementos IaaS não foram em geral disponibilidade, e Bluemix como um todo não é uma oferta de nuvem IaaS geralmente disponíveis. A IBM também oferece o serviço de Blue Box, uma nuvem de IaaS oferta privada baseada em OpenStack. plataforma de IaaS e PaaS integrada go-forward da IBM serão apresentados através do portal Bluemix, e vai incorporar capacidades de Bluemix, SoftLayer e BlueBox. 
  • Oracle. No momento da avaliação, o serviço de nuvem da Oracle Compute não estava em disponibilidade geral e Oracle não tinha outra IaaS oferta de nuvem na disponibilidade geral que atende a definição de IaaS da Gartner. Consequentemente, a Oracle também não tem quota de mercado suficiente para se qualificar para a inclusão.

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola