Reserved Instances – Escolha 01 ano ou 03 anos e veja a economia possível no consumo de Cloud.

Olá Leitores, Bom Dia.

Buscando por economia em Cloud? Eu tenho uma boa notícia para compartilhar!

A novidade de hoje é o lançamento do modelo de consumo por “Reserved Instances”, no bom e velho português, Instâncias reservadas. Este modelo de consumo é uma “prática” na maioria dos provedores de Cloud do mercado e a IBM igualou e trouxe novidades para o modelo os quais vou compartilhar com vocês.

O IBM® Cloud Virtual Servers “Reserved Instances” é uma ótima opção se você deseja recursos computacionais garantidos para implementações e redução de custos. O cliente poderá escolher entre um contrato de um (01) ou três (03) anos para a sua capacidade reservada. Você tem a garantia desta capacidade dentro do POD e do data center de sua escolha durante a vigência do contrato.

Se sua empresa, seu modelo de negócio, seu planejamento e seu consumo de tecnologia se enquadram nesse modelo, acesse agora mesmo o portal de IBM Cloud, pois os descontos são valores expressivos e podem a chegar a 70% de redução do valor mensal a ser pago, dependendo da escolha feita. [Não tem erro de digitação, 70% MESMO].

A simulação do valor é bem simples, basta acessar o portal de IBM Cloud escolher a opção de Virtual Server > Reserved Virtual Server > Virtual Server Instance e na tela aparecerá os valores.

Screen Shot 2018-11-01 at 10.37.12

Quer saber na prática como funciona o provisionamento, as questões técnicas e alguns exemplos de redução ? Veja o vídeo a seguir onde eu navego no portal demonstrando.

 

Veja algumas perguntas que podem aparecer.

Quando devo provisionar e utilizar “Reserved Instances” ?
O Reserved Instances é uma ótima opção se você deseja recursos computacionais garantidos para implementações na maioria das vezes estáticas, que não tenham um requerimento de escalabilidade e elasticidade além é claro de redução de custos.

O pagamento é adiantado(upfront) ou mensal?
A capacidade reservada e as instâncias são adquiridas por um período de um ou três anos. Depois desse ponto, você está comprometido com um pagamento mensal.

O que acontece se eu não precisar mais das minhas instâncias reservadas?
Você pode recuperar instâncias de servidor virtual reservadas, mas não pode cancelar a capacidade reservada.

O “Reserved Instances” está disponível para servidores Bare Metal ?
Por enquanto não. A escolha de reserved instances está disponível apenas para capacidades e servidores virtuais.

No FAQ oficial de IBM Cloud – Reserved Instances vocês encontrarão maiores informações e detalhes sobre o assunto.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Digital Sales Executive
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Anúncios
Nota

Transient Instances na IBM Cloud – Você conhece ?

Olá Leitores,

A sequencia de lançamentos de funcionalidades para IBM Cloud continua, e agora é a vez de testarmos o modelo de instância virtual chamada: Transient Instance.

A oferta de IBM Cloud Virtual Servers Transient é uma boa opção se você tiver cargas de trabalho flexíveis e quiser economizar custos. Você economizará dinheiro executando sua carga de trabalho em um servidor virtual temporário. Instâncias transitórias são provisionadas quando há capacidade não utilizada disponível.

No entanto, fique ligado ! Quando os recursos do DataCenter são necessários para contas completas sob demanda, você também pode perder esses recursos. As instâncias transitórias são desprovisionadas quando esses recursos precisam ser recuperados.

Fazendo um paralelo para quem já está ligado no mundo de Cloud e utiliza por exemplo recursos da AWS (Amazon), podemos dizer que as transient instances é equivalente ao modelo de instancia SPOT.

Os servidores virtuais transientes também trazem na bagagem as novas funcionalidades de IBM Cloud e oferecem a seguinte flexibilidade:

  • Disponibilidade global: A oferta de servidores virtuais transientes está disponível em Datacenters de todo o mundo.

  • Redução de custos: Servidores virtuais transientes são ideais para cargas de trabalho que não são de produção. Por exemplo, você pode usar uma instância transitória para testar e desenvolver aplicativos ou testar a escalabilidade em ambientes que não exigem tempo de atividade constante.

Considerações antes de provisionar servidores virtuais transientes.:

  1. Instâncias transitórias são instâncias públicas que usam SAN-backed storage.
  2. Instâncias transitórias não podem ser atualizadas ou desatualizadas.
  3. Recursos podem ser recuperados a qualquer momento, sem notificação.
  4. Instâncias transitórias não podem usar armazenamento local.
  5. Instâncias transitórias usam somente armazenamento suportado por SAN (balanceado, computação, memória).
  6. Instâncias transitórias não podem usar tipos baseados em GPU.

 

Quer saber como provisionar ? Vamos ao step by step.:

  1. Acesse o Painel de Controle da IBM Cloud com suas credenciais (https://console.bluemix.net/catalog/) e clique sobre a opção de Compute > Virtual Server.

    Screen Shot 2018-07-23 at 08.43.15

  2. No próximo passo na tela de Virtual Server, basicamente escolha o modelo de Public Virtual Server e clique no botão Create.

    Screen Shot 2018-07-23 at 08.45.28

  3. Você chegará na tela da criação do Virtual Server e aqui onde deverá ter atenção para escolher a opção de Transient Server. No exemplo eu escolhi configurações básicas de recursos computacionais e sistema Operacional (CentOS). E por fim, clique no botão em azul “Provision”.

    Screen Shot 2018-07-23 at 08.49.19

  4. Ele ficará na tela ‘Provisioning in progress’ durante alguns segundos e logo após trará a tela de provisionamento da instância, com seus respectivos status.:

    ZScreen Shot 2018-07-23 at 08.54.08

    Screen Shot 2018-07-23 at 08.54.48

  5. Pronto! Após alguns minutos a instância está provisionada e pronta para ser utilizada. Observe o custo da instância U$0.01 (Hum centavo de dolar por hora).

    Screen Shot 2018-07-23 at 09.00.07

    Screen Shot 2018-07-23 at 08.58.41

 

O provisionamento das instância transientes também podem ser realizadas através de APIs REST. O step by step está disponível no link abaixo.:
https://console.bluemix.net/docs/vsi/vsi_provision_api.html#api-rest-transient

Screen Shot 2018-07-23 at 08.34.08

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Quadrante Mágico do Gartner para Infrastructure as a Service : O que aconteceu nos anos de (2016, 2017 e 2018)?!

Ola Leitores,

Quer saber o que aconteceu nos ultimos anos do Quadrante de IaaS do Gartner ?

Acesse o link e descubra !!!

 

Screen Shot 2018-05-26 at 23.04.46

Screen Shot 2018-05-23 at 11.33.10 PM

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Vídeo

IBM Cloud Platform agora com Elastic Load Balancer, Security Groups, CDN Akamai e novos flavors de Virtual Machines !!!

Olá Leitores,

NOTÍCIAS BOAS NO AR !!!

A cerca de alguns meses a Cloud IBM vem passando por grandes transformações e melhorias relacionadas a funcionalidades e características que visam o aprimoramento e uso de diversos recursos para sua infraestrutura. Hoje, eu tenho a oportunidade de poder anunciar que estas funcionalidades estão disponíveis para uso.

  • Novos flavors de Virtual Machines;
  • Security Groups;
  • Elastic Load Balancer;
  • CDN Akamai;

Cada uma dessas novas funcionalidades dará a você usuário final a possibilidade de trabalhar de maneira mais integrada, simples e flexível quando tocada a parte técnica e comercial de algum projeto de Infraestrutura.

Este post será destinado a mostrar as características e também um Hands-On para que vocês possam acompanhar o funcionamento prática de cada ítem.

Caso você queira ver na prática como funciona assista ao vídeo abaixo e para maiores detalhes continue a leitura do post.


Como funciona na prática ?

Assista ao vídeo abaixo.:

 



Novos flavors de Virtual Machine:

Pensando em provisionamento de Servidor Virtual ?  — Que tal se você pudesse escolher a melhor máquina virtual que melhor se encaixa em seu workload e pagar por isso .

A Cloud IBM agora conta com 04 opções no provisionamento de um servidor virtual:

Balanced – Ideal para workloads em Cloud que requerem um equilíbrio de desempenho.

Balanced Local Storage – SSD – Ideal para grandes workloads de banco de dados que requerem alto desempenho de I/O e baixo desempenho de latência com SSD.

Compute – Ideal para workloads que exigem muita CPU.

Memory – Ideal para cargas de trabalho que exigem muita memória.

Acesse o painel de controle da Cloud IBM e no menu clique em DEVICES > DEVICE LIST > ORDER DEVICES. Na próxima tela estará as opções de servidores a serem criados (Físicos, virtuais, por hora, por mês, etc.) – escolha sua opção por Virtual Machine, logo você verá a tela a seguir.:

Screen Shot 2017-09-22 at 23.34.09

 


Security Groups:

Agora na Cloud IBM há um recurso de segurança que será muito utilizado, os Security Groups. Os Security Groups funcionam de forma muito semelhante aos firewalls, como o iptables ou o Firewall do Windows, restringindo o acesso aos nossos servidores em determinadas portas e/ou protocolos.

A configuração dos grupos de segurança é feito dentro do portal da Cloud IBM na seção de SECURITY > NETWORK SECURITY > SECURITY GROUPS.

Screen Shot 2017-09-22 at 23.52.41

 

Screen Shot 2017-09-22 at 23.55.02

É importante saber quais as configurações de cada grupo de segurança e gerenciá-los de forma independente.



Elastic Load Balancer:

Agora na Cloud IBM também o recurso de Elastic Load Balancer está disponível.

O Elastic Load Balancer distribui o tráfego de entrada da aplicação por várias virtual machines, aumentando a tolerância a falhas dos seu ambiente.  O load balancer atua como ponto de contato para os clientes, o que aumenta a disponibilidade da sua aplicação.

É totalmente possível adicionar e remover virtual machines do load balancer conforme mudarem suas necessidades, sem perturbar o fluxo geral de solicitações para seu aplicativo.

O Elastic Load Balancer também escala à medida que o tráfego para sua aplicação muda com o aumento ou diminuição de consumo de workloads.

A configuração dos grupos de segurança é feito dentro do portal da Cloud IBM na seção de NETWORK > LOAD BALANCING > LOCAL.

 

Screen Shot 2017-09-23 at 00.00.47


 

CDN – Akamai

E por último também temos agora na Cloud IBM — CDN com AKAMAI.

Os CDNs são amplamente utilizados na Internet de hoje, melhorando a entrega de uma porcentagem significativa de todo o tráfego da Internet em todo o mundo.

Na prática a CDN é uma rede de entrega de conteúdo é uma plataforma altamente distribuída de servidores que responde diretamente aos pedidos de usuários finais para conteúdo da web.

A configuração dos grupos de segurança é feito dentro do portal da Cloud IBM na seção de NETWORK > CDN.

Screen Shot 2017-09-23 at 00.03.37

 

Screen Shot 2017-09-23 at 00.07.36.png

 

Nos próximos posts estaremos apresentando mais novidades e funcionalidades.

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson and Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Serverless Computing ajudará na redução de custos da TI

Olá Leitores,

No começo deste ano fiz um post sobre como Serverless Computing pode facilitar a automatização de sua TI , onde abordei os benefícios que essa tecnologia traz e que realmente possibilitará empresas terem seus ambientes automatizado sem a necessidade de grandes investimentos de dinheiro e tempo.

Para quem não conhece ainda o tema vale a pena ver o post acima, mas ressalto que a grande sacada em Serverless Computing” é justamente ser utilizado sem a necessidade de comprar, alugar ou provisionar servidores ou máquinas virtuais para o código de back-end executar.

Que tal usar um conjunto de microserviços e serem ativados por eventos específicos (como o registro de usuário, uma autenticação, performance, etc) ou ser configurado para ser executado atrás de uma plataforma de gerenciamento de API.

network-2402637_1280
Mas por que serveless reduzirão os custos de TI ?

De acordo com a análise mais recente da 451 Research para a maioria das novas aplicações, uma solução serverless oferece um menor custo total de propriedade (TCO) do que as máquinas virtuais (VMs) ou containers.

Na prática o TCO de serverless tende a ser menor que VMs, porque não há necessidade dos desenvolvedores provisionar, configurar e gerenciar a infraestrutura.

Por exemplo, quando uma função serverless está ativa por apenas três quartos do mês, ele só precisa de uma economia de 10 minutos na sobrecarga operacional para máquinas virtuais sem servidor para bater em TCO.

A pesquisa indica que, mesmo sem as economias no tempo de desenvolvimento, a capacidade de aumentar a utilização de serverless significa que é mais barato do que usar VMs quando o código é executado menos de 500.000 vezes por mês.
perf

A pesquisa descobre que a IBM é menos dispendiosa para scripts de duração de 0,1 segundos e o Azure é o mais barato para scripts de 10 segundos – assumindo que os requisitos de memória correspondem a alocações de tamanho predeterminadas.

Além disso, a IBM oferece uma vantagem de custo distinta ao permitir que os usuários escolham requisitos de memória exatos, enquanto outros provedores de serviços da nuvem arredondam os números, resultando em usuários que normalmente pagam pela capacidade não utilizada.

As ofertas de Freemium serverless já estão alimentando o crescimento de novos serviços, estimulando a experimentação e ajudando as empresas a adquirir habilidades.

A adoção de serverless – ou FaaS (funções como serviço) – para continuará crescendo nos próximos anos., em 2016, 37 por cento dos decisores de TI pesquisados ​​já estavam usando tecnologia serverless.

Pense e repense sua arquitetura para que não enfrentem a complexidade típica de incompatiblidade ou mal funcionamento de uma aplicação serverless.

Para quem quiser aprofundar os conhecimentos a pesquisa em forma integral está no link a seguir. : https://451research.com/report-long?icid=4406

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Cloud IBM com servidores SAP certificados – Provisione agora !

Olá Leitores,

No início de Março fiz um post com o tema: “SAP em Cloud? Já disponível no IBM Bluemix Infrastructure“, onde abordei que a IBM certificou junto a SAP sua infra-estrutura IBM Bluemix a qual será capaz de fornecer flexibilidade na execução cargas de trabalho SAP.

Este ambiente foi justamente construído  para escalar facilmente provendo aos clientes velocidade de implantação de recursos e o uso para novas cargas de trabalho.

A novidade fica por conta da listagem dos servidores que estão homologados e certificados para trabalharem com workloads em SAP. Como saber ?

  1. Acesse a página SoftLayer.com e clique sobre Servidores >> IaaS certified for SAP.

    Screen Shot 2017-04-21 at 1.17.08 AM

  2. Após selecionar a opção IaaS certified for SAP, você será direcionado a uma nova página onde teremos informações pertinentes ao mundo Cloud + SAP como, indicativos de trazer aplicativos SAP de negócios críticos em execução nas soluções SAP HANA ou SAP NetWeaver para a Cloud.

    Tanto a SAP HANA como a SAP NetWeaver foram testadas e certificadas para serem executadas em servidores Bluemix bare metal, permitindo acelerar e agilizar o ambiente em nuvem, tornando mais fácil e econômico escalar ou escalar.

  3. Algumas orientações válidas referente ao ambiente são.:
    • Apenas os servidores Bare Metal contratados no modelo MENSAL estão certificados;
    • O provisionamento do ambiente respeitará o prazo de 01 à 04 horas;
    • Os ambientes de SAP Hana consistem em Linux – RedHat Enterprise;
    • SAP HANA até o momento estão disponíveis em 3 modalidades: 512GB, 1TB e 2TB;
    • VPN ou Direct Link poderão ser provisionados;
    • Os servidores possuem capacidade de até 10 Gbps;
    • Storage poderão ser contratados como disco interno da máquina (com RAID) ou Storage externo – como o Endurance ou o Performance.
    • O licenciamento do SAP é de responsabilidade do cliente;
  4. Os servidores disponíveis para iniciarmos o uso, são eles.:

    Screen Shot 2017-04-21 at 1.22.26 AM

  5. Caso queiram maiores informações, estas estão neste link.

https://www.ibm.com/cloud-computing/bluemix/sap-bare-metal-servers?cm_mc_uid=73540181295214876901897&cm_mc_sid_50200000=1492713289&cm_mc_sid_52640000=1492713289

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Cloud IBM: Múltiplas contas através de um único IBM ID.

Olá Leitores,

A Cloud IBM através do BlueMix Infrastructure traz uma experiência para navegação e utilização sobre produtos, serviços, ferramentas e sistemas que necessitam de uma visão unificada que proporcionará flexibilidade e agilidade no gerenciamento do ambiente.

Pensando nisso, a IBM lançou o ‘single sign on’ para o uso de suas respectivas plataformas de Cloud, mais conhecido como IBM ID. O objetivo desta feature é integrar o controle, segurança e gerenciamento de serviços IBM BlueMix Infrastructure em seu vasto catálogo de serviços.

Na prática, clientes que posssuem múltiplas contas e necessitam de um gerenciamento ativo e real time poderão desfrutar deste recurso.

  1. Clientes que acessam o Painel de Controle SoftLayer, ao invês de inserirem o usuário e senha tradicional, devem escolher a opção de ‘Log in with IBMid’.

    Screen Shot 2017-03-17 at 8.34.03 AM

  2. Neste step você será direcionado para a criação de seu IBMid, caso já o tenha basta acessar com suas credenciais.:

    Screen Shot 2017-03-17 at 8.35.24 AM

  3. Ao acessar sua conta ao lado direito da tela você terá todas as contas que possuem relacionamento direto com seu IBM ID e assim efetuar um fácil “Switch Account”.

    2

    Através desta navegação é possível interagir com múltiplas contas em tempo real via autenticação única.

  4. Ainda existe a possibilidade de interação e troca da Default Account.
    1
    Screen Shot 2017-03-17 at 8.43.52 AM

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola