Reserved Instances – Escolha 01 ano ou 03 anos e veja a economia possível no consumo de Cloud.

Olá Leitores, Bom Dia.

Buscando por economia em Cloud? Eu tenho uma boa notícia para compartilhar!

A novidade de hoje é o lançamento do modelo de consumo por “Reserved Instances”, no bom e velho português, Instâncias reservadas. Este modelo de consumo é uma “prática” na maioria dos provedores de Cloud do mercado e a IBM igualou e trouxe novidades para o modelo os quais vou compartilhar com vocês.

O IBM® Cloud Virtual Servers “Reserved Instances” é uma ótima opção se você deseja recursos computacionais garantidos para implementações e redução de custos. O cliente poderá escolher entre um contrato de um (01) ou três (03) anos para a sua capacidade reservada. Você tem a garantia desta capacidade dentro do POD e do data center de sua escolha durante a vigência do contrato.

Se sua empresa, seu modelo de negócio, seu planejamento e seu consumo de tecnologia se enquadram nesse modelo, acesse agora mesmo o portal de IBM Cloud, pois os descontos são valores expressivos e podem a chegar a 70% de redução do valor mensal a ser pago, dependendo da escolha feita. [Não tem erro de digitação, 70% MESMO].

A simulação do valor é bem simples, basta acessar o portal de IBM Cloud escolher a opção de Virtual Server > Reserved Virtual Server > Virtual Server Instance e na tela aparecerá os valores.

Screen Shot 2018-11-01 at 10.37.12

Quer saber na prática como funciona o provisionamento, as questões técnicas e alguns exemplos de redução ? Veja o vídeo a seguir onde eu navego no portal demonstrando.

 

Veja algumas perguntas que podem aparecer.

Quando devo provisionar e utilizar “Reserved Instances” ?
O Reserved Instances é uma ótima opção se você deseja recursos computacionais garantidos para implementações na maioria das vezes estáticas, que não tenham um requerimento de escalabilidade e elasticidade além é claro de redução de custos.

O pagamento é adiantado(upfront) ou mensal?
A capacidade reservada e as instâncias são adquiridas por um período de um ou três anos. Depois desse ponto, você está comprometido com um pagamento mensal.

O que acontece se eu não precisar mais das minhas instâncias reservadas?
Você pode recuperar instâncias de servidor virtual reservadas, mas não pode cancelar a capacidade reservada.

O “Reserved Instances” está disponível para servidores Bare Metal ?
Por enquanto não. A escolha de reserved instances está disponível apenas para capacidades e servidores virtuais.

No FAQ oficial de IBM Cloud – Reserved Instances vocês encontrarão maiores informações e detalhes sobre o assunto.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Digital Sales Executive
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Anúncios

Inteligência Artificial – Que tal descobrir o que temos dentro dessa caixa preta ?

Olá Leitores,

De acordo com um estudo recente do IBV, 82% das empresas consideram usar Inteligência Artificial em seus negócios. Porém, 60% dos líderes temem por problemas de compliance e 63% declararam que não possuem habilidades internamente para gerenciar com confiança a tecnologia.

A Inteligência Artificial ainda é vista como uma espécie de caixa preta. As empresas não têm tanta clareza sobre como IA toma decisões, estão preocupadas se suas recomendações são isentas de qualquer viés e precisam de recursos qualificados para gerenciar tudo isso.

Para quebrar com essa barreira de adoção a IBM lançou globalmente uma tecnologia que dá às empresas uma nova transparência na IA. O novo software como serviço é capaz de aumentar a confiança na máquina ao mostrar de forma fácil como a IA toma decisões e se essas decisões podem estar enviesadas.

A nova ferramenta que roda na IBM Cloud pode ajudar clientes e parceiros não só no uso do Watson, mas também no treinamento de outras soluções cognitivas do mercado.

Veja o vídeo abaixo com explicações e um Q/A das principais questões.:

 

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Status

O maior evento da IBM Brasil neste ano, o IBM Cloud Discovery. Increva-se já !!!

 

Olá Leitores,

O maior evento da IBM Brasil neste ano, o IBM Cloud Discovery.

Vocês não podem ficar fora dessa ! O IBM Cloud Discovery é um evento gratuito projetado para reunir especialistas e interessados em Cloud Computing para se relacionar e aprender sobre a IBM Cloud.

Você terá a possibilidade de explorar as mais recentes novidades sobre Cloud, Inteligência Artificial, IoT, Analytics, Blockchain, Segurança e muito mais em um encontro com os mais renomados especialistas de tecnologia.

Serão mais de 50 sessões técnicas e de negócios, mais de 10 laboratórios práticos, Discovery Center com exposição de soluções da IBM e de Parceiros de Negócios e um desafio exclusivo para desenvolvedores no Bluehack, o hackathon da IBM que acontecerá simultaneamente ao evento.

Data: 08 e 09 de outubro
Local: Pro Magno Centro de Eventos
Endereço: Av. Profa. Ida Kolb, 513 – Casa Verde, São Paulo

Inscreva-se hoje mesmo para o evento presencial ou adicione o evento em seu calendário para acompanhar a transmissão ao vivo!

 

Confira mais detalhes no convite anexo ou faça sua inscrição através do link:

ibm.biz/ibmclouddiscovery

 

 
ibm cloud

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

 

Nota

Quadrante Mágico do Gartner para Infrastructure as a Service : O que aconteceu nos anos de (2016, 2017 e 2018)?!

Ola Leitores,

Quer saber o que aconteceu nos ultimos anos do Quadrante de IaaS do Gartner ?

Acesse o link e descubra !!!

 

Screen Shot 2018-05-26 at 23.04.46

Screen Shot 2018-05-23 at 11.33.10 PM

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Quadrante Mágico de Cloud IaaS – Gartner 2018.

Olá Leitores,

No dia 22/05, a Gartner publicou o 2018 Magic Quadrant para Cloud Infrastructure as a Service com grandes mudanças !!!

Antes de começarmos, para quem não conhece, o quadrante é uma representação gráfica desenvolvida pelo Gartner para o mercado tecnológico que avalia determinado período, tendo como objetivo ser uma ferramenta de pesquisa para apoiar os executivos nas tomadas de decisões de cada negócio. Ele está dividido em 4 tópicos que definem: líderes, desafiadores, visionários e concorrentes de nicho de mercado.

Neste quadrante a avaliação é orientada a IaaS. Infraestrutura como serviço é definido como uma oferta padronizada e altamente automatizada, onde os recursos computacionais, complementados por recursos de armazenamento e rede, são de propriedade de um fornecedor de serviços e oferecido ao cliente sob demanda.

Screen Shot 2018-05-23 at 11.33.10 PM

O que aconteceu ?

A primeira e mais drástica mudança que ocorreu no último ano é o número de players que o Gartner decidiu destacar em seu relatório: o número de fornecedores passou de 14 para apenas 6 neste ano.

Por que isso aconteceu ?!  Um dos critérios chave que devemos prestar atenção ao ler qualquer um dos MQs do Gartner é o que eles chamam de “critérios de inclusão”. De um ano para o outro, existe um refinamento e modificação nas condições avaliadas.

O que vemos em 2018, foi que o Gartner concentrou-se em “fornecedores globais que atualmente têm ofertas integradas de IaaS e PaaS hiperescala, ou que atualmente estão desenvolvendo essas ofertas”.

Então, aqui está quem está dentro e quem está fora (por ordem alfabética):

DENTRO: Alibaba Cloud, Amazon Web Services, Google, IBM, Microsoft e Oracle.
FORA: CenturyLink, Fujitsu, Interoute (adquirida pela GTT em fevereiro), Joyent (de propriedade da Samsung), Virtustream (de propriedade da EMC), NTT Communications, RackSpace e Skytap.

 

Qual a percepção macro dos players no quadrante  ?

Tivemos a permanência da AWS e Microsoft no quadro de LEADERS e a promoção do Google Cloud para este mesmo .

Já provedores como IBM, Oracle e Alibaba Cloud juntos foram movidos do quadro de VISIONARIES para NICHE PLAYERS.

 

Qual foi o foco do Gartner neste ano  ?

Este ano, o Gartner escolheu critérios de inclusão mais rigorosos,  incluir apenas fornecedores globais que atualmente têm ofertas integradas de IaaS e PaaS com hiperescala ou que estão atualmente desenvolvendo essas ofertas. Essas mudanças refletem a crença da Gartner de que as avaliações de clientes estão atualmente focadas principalmente em fornecedores para adoção estratégica em uma ampla gama de casos de uso.

 

O que podemos evidenciar de diferente ?

O Gartner considerou Bare-metal, mas nem todos.

O Gartner avaliou apenas os servidores em Cloud que podem ser provisionados automaticamente em menos de dez minutos (de preferência cinco) e são cobrados de hora em hora.

Mesmo que a maioria dos clientes de bare metal hoje se preocupa mais com a flexibilidade e o desempenho oferecidos pelos servidores bare-metal do que com o tempo de provisionamento, o Gartner adotou a premissa provisionamentos.

 

O Gartner olhou com atenção para o tema DISPONIBILIDADE no ano passado.

A ferramenta de avaliação evidenciada no relatório é o proprio Gartner Cloud Decisions o qual avalia a disponibilidade de cada provedores Aqui está a lista de disponibilidade:

– Alibaba – 100%
– AWS – 99.998%
– IBM – 99.9989%
– Google – 99.9985%
– Microsoft – 99.9951%
– Oracle – 99,9834%

 

Como escolher seu provedor de Cloud?

Além do relatório mais recente da Gartner, você encontrará uma ampla orientação através do IDC, Forrester e outras fontes de pesquisa. Montar uma estrutura comparativa para pensar nas várias opções e uma boa idéia e avaliar tendencias futuras como essas abaixo é ponto chave:

  • Quanto de seus dados deve estar em Cloud? De acordo com a pesquisa mais recente, 77% das empresas estão indo para a nuvem. No entanto, 37% das empresas têm todos os seus dados na nuvem. Você estará “all-in” ou estará no modo híbrido? De qualquer forma, você provavelmente precisará considerar uma camada semântica universal.

  • Tecnologia moderna. Princípios antigos? Não importa o quão “revolucionária” a nuvem apareça, não acredite que você será capaz de esquecer seus requisitos de negócios corporativos.

    Você precisará de uma evolução.
    Não confunda com revolução!

  • Uma Cloud ou MultiCloud?

    Independentemente de você ser novo na Cloud, migrar cargas de trabalho locais para a nuvem ou executar seu Data Lake em um modo híbrido, será necessário considerar “vendor lock-in”.

  • Escolha uma cloud que garanta segurança e forneça serviços de ponta a ponta!

    Provedores de cloud devem fornecer da camada mais basica de IaaS (Infraestrutura como Serviço) e ser pronta para a entrega de IA (Artificial Intelligence) – com novas soluções, incluindo serviços para segurança contínua, Container Service, Kubernetes, IA, até ferramentas de Deep-Learning as a Service (DLaaS).

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Webcast: Saiba como IA pode transformar a experiência de atendimento ao cliente

1655694_registrationbanner_990_vivo

Descrição

Saiba como IA pode transformar a experiência de atendimento ao cliente

 

Agenda

Título: Atendimento ao cliente na Era da Inteligência Artificial
Data: Terça-feira, 08 Maio, 2018
Hora: 11:00 Brasilia Time
Duração: 1 hora

A área de atendimento se tornou uma das principais protagonistas na fidelização de clientes: para muitos consumidores, um bom atendimento é mais importante que um preço mais baixo. Ao mesmo tempo, é a área que mais sofre pressão para redução dos custos e aumento da produtividade, muitas vezes comprometendo a experiência do cliente.

Neste webinar, Alexandre Dietrich, executivo da unidade IBM Watson, fala como as empresas estão usando inteligência artificial no atendimento ao cliente para encontrar o equilíbrio entre custo e experiência.

Tópicos abordados:

  • Como o Watson, plataforma de inteligência artificial da IBM, compreende e interage com os clientes;
  • Casos de sucesso do uso de inteligência artificial no atendimento ao cliente;
  • Dicas de como iniciar esta jornada de transformação na sua empresa.

Participe e aproveite para tirar suas dúvidas de como inovar no atendimento aos seus clientes usando esta tecnologia.

Inscreva-se aqui neste link:

 

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Inovação: Você está com medo de algo ?

Olá Leitores,

“Inovação” é uma das palavras que está na boca de todo bom profissional e em tempos em que a concorrência é imensa, essa palavra deixou de ser um luxo para se tornar sobrevivência.  Então eu lhe pergunto: Você está com medo de algo?

Os desafios de competitividade para as empresas brasileiras tem crescido e obstáculos por busca de reduções de custos por meio de economias de escala é imenso. Logicamente, fugir da comoditização, da competição ligada a custo variável e concentrar seus esforços na diferenciação – ou seja, na inovação é o ‘X’ da questão.

Inovação não necessariamente depende de grandes investimentos em tecnologia, verdade seja dita, processos, pessoas e um alinhamento a grandes ideias trazem uma rápida aceleração em testar e errar rápido com novos produtos. Para isso seguem aqui algumas dicas:

Inove, mas não negue o legado de sua empresa.
Muitos gerentes de TI e executivos tem receio de inovar devido ao receio de perda de identidade. O que anda acontecendo é que atualmente vivemos em um ambiente altamente dinâmico, onde a inovação torna-se obrigatoriamente premissa para que você e sua empresa continue vivo. É possível inovar com elevada criatividade, mantendo-se fiel à herança de sua marca e principalmente a seu ambiente legado.

Think Outside The Box Tic Tac Toe Concept

 

 

Seja protagonista da transformação digital

Tecnologia com toda a certeza influencía o comportamento do consumidor e como ele poderá interagir com a sua empresa, Trabalhar com soluções e produtos que tragam realidadade aumentada, cloud, inteligência artificial, machine learning, robótica e outros.

 

Considere sempre o cliente como centro de seus negócios

A experiência do cliente é o centro dos novos hábitos de compra. Todos os dias os clientes estão mudando e tornando-se cada vez mais móveis. Pensar em um dia sem celular é praticamente impossível, praticamente todas as atividades diárias são mais rápidas e fáceis quando temos um dispositivo na mão.

Como criar experiências para as pessoas cada vez mais conectadas?
Como oferecer opções de navegação mais rápidas, simples e mais seguras ?
Como deixar seu portfólio cada vez mais ‘no-touch’ para seus clientes?

 

Pense globalmente, mas aja localmente

Quando pensamos em inovar os últimos exemplos de grandes empresas, estes nos remete a exemplos como NetFlix, AirBnB, Uber… Todos novos modelos de negócio e aplicativos de sucesso e hoje presente globamente.

No entanto foco e equilíbrio é a melhor alternativa. Neste caso, acompanhe os movimentos e tendências globais, mas busque localizar a experiência, considerando o comportamento do consumidor e cultura locais.

 

Cuidado com o ritmo acelerado das startups:

Nunca foi tão fácil criar uma startup e começar um novo negócio e, em pouco tempo, representar liderança para determinados segmentos. No entanto, o ritmo e desprendimento de uma startup pode te enlouquecer em pouco tempo.

O segredo está em escutar e melhorar de forma continua a experiência do cliente, respondendo rapidamente às suas mudanças de comportamento.

Se sua empresa não é um startup, inclua a cultura e ritmo de uma, transformando-a de uma cultura corporativa tradicional em uma mentalidade mais rápida e empreendedora e que claramente incentive a criação de agilidade com negócios.

empresarios-ajudando-uns-aos-outros_23-2147506717

 

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Watson & Cloud Platform Sales Brazil
MBA Cloud Computing Teacher

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola