Resultados da pesquisa sobre Cloud Computing

Olá Leitores, Boa Tarde.

Quero abrir essa publicação agradecendo e muito a todos que dedicaram seu tempo para responder a pesquisa sobre Cloud Computing feito aqui no último post.

O questionário ficou disponível durante 5 dias e durante esse período tivemos a participação de exatamente 58 pessoas, de 6 localidades diferentes (Brasil, USA, França, Rússia, Portugal e México).

Os resultados atingidos com meus comentários estão a seguir.:

A primeira questão: Você utiliza Cloud Computing em sua empresa ? apresentou resultados bem satisfatórios e de acordo com os recentes estudos públicados por IDC, Gartner, entre outros. Veja mais neste dois links (1.link) (2.link)

Temos hoje uma utilização massiva em Cloud de clientes que começaram a cerca de 1 ano, o que nos demonstra maturidade e aceitação do mercado, porém que temos ainda um longo caminho a trilhar com o conceito de Cloud.

1

 

 

 

Na segunda questão: Qual o provedor de Cloud de sua preferência ? aqui o intuito era justamente saber a preferência e o uso no dia a dia de uma solução em nuvem.

Tivemos como resultado o Google e AWS disputando o primeiro lugar, seguido pela Cloud IBM SoftLayer e após Outros provedores (Rackspace, Digital Ocean, LocaWeb e Uol Host) foram os selecionados e para minha supresa o Azure da Microsoft não recebeu nenhum voto.

Lembrando que o foco aqui era Cloud (IaaS).

2

 

 

 

 

Na terceira questão: Qual a demanda que você executa na nuvem ? tivemos uma grande mescla e em meu ponto de vista isso é ótimo !!!

Liderado por backup, sem duvida nenhuma devido ao baixo custo e alto grau de garantia, redundância e segurança esse liderou como principal workload de execução hoje na nuvem.

E depois uma aceitação de ambiente web, novos workloads e até CRM/ERP na Cloud.

3

 

 

 

 

 

Sendo assim, agradeço mais uma vez a participação de todos e agora temos dados ‘fresquinhos’ para utilizarmos em nosso dia a dia.

Obrigado pessoal, Abraços,


Thiago Viola
IBM Cloud Services Sales Representative
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagovola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Status

Comparação entre provedores via Cloud Vendor Benchmark 2015: Best IaaS Providers 2015 – Price Comparison Report

Ola Leitores, Bom Dia.

Nessa semana recebi o estudo – Cloud Vendor Benchmark 2015: Best IaaS Providers 2015 – Price Comparison Report, feito pela Cloud Spectator e aproveitarei esse post para explanar alguns pontos que julgei de alta relevância sobre a Cloud IBM SoftLayer.CS-Logo-Small

O estudo aborda os Top 10 IaaS Providers em suas diversas características, tais como: Estrutura de preços, Service Level Agreements (SLAs), Customização, DataCenter (Geografias) onde o serviço é oferecido e comparações básicas de preços com instâncias Linux e Windows e com seus respectivos tamanhos (small, medium, large, xlarge e 2xlarge).

Uma consideração es antes de começarmos é que todos os dados do relatório estão baseados no mês de Janeiro de 2015.

Os 10 provedores e seus respectivos produtos análisados são: Amazon EC2, CenturyLink Cloud, Digital Ocean, Google Cloud, HP Helion, IBM SoftLayer, Joyent, Microsoft Azure, Rackspace Cloud e Verizon Cloud.

Vamos aos comparativos:

Estrutura de Preços:

O quadro abaixo demonstra as diferentes opções de cobrança disponível por cada provedor.

<1 Hora: Alguns provedores como Google Cloud, Microsoft Azure e Rackspace Cloud conseguem fazer a cobrança do recursos em minutos utilizados.

Hora: A grande maioria dos provedores tem a possibilidade de efetivar seu consumo através do modelo hora.

Mês: A Cloud IBM/SoftLayer provê grandes descontos com o consumo feito de forma mensal. Nesse modo a IBM consegue fidelizar o cliente durante 30 dias sem a necessidade de um contrato de longos anos como os casos de (Ano e 3-Anos)

1

 

Service Level Agreements (SLAs):

Uptime Guarantee: O tempo explícito abaixo trata-se de Instâncias virtuais, porem no caso da Cloud IBM SoftLayer você tem também 100% de SLA para Public e Private Network e Portal do Cliente.

2


Customização:

Para esse ítem está sendo considerado qual o level de customização permitido em cada provedor de Cloud quando pensamos em configuração de servidores ( montante de vCpu, RAM, Storage).

Cada provedor oferece apenas 1 (uma) categoria de customização, com exceção da Cloud IBM SoftLayer, onde você terá a possibilidade de criar uma instância virtual a partir de um ‘tier’ ou você mesmo determinar qual a configuração para cada componente e então provisionar a instância.

Partly Configurable: Você poderá navegar, escolher e assim definir o montante de CPU, RAM e disco necessário para cada servidor em questão.

Tiered: Trata-se de ‘templates’, pacotes de servidores já com recursos computacionais pré-configurados.

3

 

Disponibilidade Geográfica (DataCenters):

Todos os provedores de Cloud possuem datacenters localizados na America do Norte e Europa, com exceção da HP Helion.

A Cloud IBM SoftLayer é a que mais tem DataCenters de Cloud, o que no total são 20 DataCenters dividos em quatro continentes e as localidades são as seguintes:

America do Norte: [Dallas, Houston, Washington D.C, Seatle, San Jose, Mexico City, Montreal & Toronto]
America do Sul: Brasil [São Paulo – em desenvolvimento/liberação]
Europa: [London, Amsterdam, Paris & Frankfurt]
APAC: [India, Singapure, Hong Kong, Shanghai, Tokio, Sydney & Melbourne]

4

Preço de comparação de VM (Virtual Machine) – Instâncias Virtuais:

O estudo faz uma comparação muito inteligente, demonstrando que há diferenças entre o modo de contratação sendo ele por (hora, mês, anual ou 3 anos) e considerando instâncias em Windows e Linux;

Como temos muitas variáveis resolvi selecionar 1 modelo e abordar os modos de contratação possíveis.

  • LARGE HOURLY INSTANCE (4 Core, 8GB RAM, WINDOWS)instancias1
  • LARGE MONTHLY INSTANCE (4 Core, 8GB RAM, LINUX)
    instancias2
  • LARGE ANNUAL INSTANCE (4 Core, 8GB RAM, WINDOWS)

instancias3

Conclusões:

  1. Digital Ocean, Microsoft Azure e SoftLayer no geral apresentam os preços mais baixos;
  2. SoftLayer continua apresentando o custo mais baixo para servidores com Windows;
  3. O SLA da Cloud IBM indica ter uma maior estabilidade e garantia;
  4. Não há o custo de OUTBOUND para Network, no caso de instância virtual, franquia de 5TB;
  5. SoftLayer você escolherá os recursos computacionais (vCpu, RAM e Storage) de acordo com sua necessidade, sem templates pré definidos.

É isso pessoal, espero que tenham gostado !

Para acessar ao relatório completo, favor acessarem os links abaixo:
http://cloudspectator.com/2015/01/best-iaas-providers-2015/
http://connect.cloudspectator.com/cloud-vendor-benchmark-2015-pdf-download

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
IBM Cloud Services Sales Representative
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Citação

3 Previsões de Cloud Computing para 2015

Bom Dia Leitores,

Esse post será destinado a analisarmos o que 2015 nos promete para Cloud Computing.

previewEm primeira instância, sem dúvida nenhuma, a adoção da nuvem está em ascensão. Um relatório recente da IDC prevê que o mercado global de cloud poderá alcançar o valor de $118.000 milhões dólares em 2015, o que se traduz em um crescimento de 23% em comparação para 2014.

Fizemos contato com alguns dos principais contribuidores e especialistas do IBM Cloud WorldWide para ver o que eles vêem de Cloud para 2015.


Doug Clark, IBM UKI Cloud Leader

Vamos continuar vendo um crescimento no auxilio a interoperabilidade e integração (comercial e técnica) como as exposições / anúncios feitos pela IBM com a SAP e mais tarde entre IBM e Microsoft para Azure e .Net. Isso vai ajudar ambientes de desenvolvimento em nuvem como Bluemix, aumentando a agilidade e velocidade para o mercado, mas também abrangendo algumas das paisagens críticas de negócios mais robusto perfeitamente explorados em formatos de nuvem híbrida. Vamos acabar com apenas um par de ambientes de desenvolvedor dominantes até o final de 2015, Bluemix sendo um deles, o resto será nicho.

 

Mac Devine, Vice-presidente SDN Cloud Services; CTO da IBM Cloud Services Division

2015 está se moldando para ser o ano para a Internet das Coisas (IoT). Aqui estão algumas previsões de algumas coisas que eu esperaria ver no ano que vem:

A discussão IoT passará longe de previsões sobre o número de coisas ea oportunidade de receita potencial e em direção a verdadeira IoT casos de uso com números reais das coisas e com a receita real que está sendo gerado.

Haverá uma mudança da BigData e analytics serviços orientados lote para a Internet das coisas e um abraço significativo de serviços de dados e análises em tempo real para a Internet das coisas.

“Histórias de dadosInternet das coisas vai se tornar mais comum, o que significa que ele deixará de ser um cientista de dados com múltiplos doutorados para obter valor a partir dos dados gerados por IoT casos de uso.

Comércio colaborativo e seguro vai se tornar mais comuns em todo o ecossistema IoT como tecnologias como BlockChain e BitCoin continuam a amadurecer rapidamente e ganhar uma maior aceitação por parte dos clientes da empresa.

 

Michael J. Fork, Storage Product Manager for SoftLayer, an IBM Company

Em 2015, eu acho que o declínio dos preços de armazenamento de objetos vai desacelerar. Ele ainda pode ainda cair 50 por cento em vez de cair pelo 60-75 por cento que eles fizeram em 2014 (para 1,5-2 centavos / GB). Em 2015, eu acho que o rendimento será mais do que um duploúnico volume vai se aproximar de 1 GB / segundo.

 

Em minha opinião, Thiago Viola – Cloud Services Sales Representative e SME para SoftLayer, o que podemos esperar para 2015 no mercado de Cloud mais específicamente para o Brasil, é o seguinte:

– Aumento na procura de Cloud Computing para a contratação e uso de soluções tais como: Soluções de Backup, Soluções de Disaster Recovery, Soluções de InfraEstrutura de maneira geral, etc;

– Cloud Públicas porém com modelos de gerenciamento mais qualificados como gestão de projetos, implementação, gerenciamento e suporte;

– Crescimento na adoção de Cloud Hibrida;

– Busca na interligação de conceitos como IaaS e PaaS no caso da IBM SoftLayer e BlueMix;

– Continuação porém com maior intesidade do uso de Cloud com Mobile, Analytics, e o IOT (Internet of Things);

De maneira geral as empresas do Brasil conhecendo de forma mais detalhada a Cloud e sanando dúvidas e limitações como segurança, banda, etc, a busca e o uso da Cloud terá um crescimento exponencial, não tenho dúvidas !


 

Obrigado e abraços,

Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Galeria

Muito Obrigado a todos e um Feliz Ano Novo !!!

Prezados Leitores,

Mais um ano se passou e esse foi bem rápido !

Gostaria de agradecer o interesse e a continuidade de muito de vocês no acesso, na pesquisa, na utilização, nas duvidas e no funcionamento da Cloud IBM SoftLayer.

O blog com 7 meses de existência tem números que me deixam muito feliz e empolgado a continuar as postagens. Estamos fechando o ano com 76 postagens, 4 vídeos, mais de 2.500 (dois mil e quinhentos acessos), e o blog sendo acessado em 32 países.

Fica aqui meus votos de um Ótimo ANO NOVO !

Nos vemos em 2015 !! Abraços e felicidades.

NewYear2015_21


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Status

Coming Soon – Novos DataCenters SoftLayer: Mexico, Japão e Alemanha !!!

Bom Dia Caros Colegas,

Trago notícias em primeira mão antes de fecharmos esse ano de 2014 !

Em breve, muito em breve, teremos o lançamento de 3 novos DataCenters.
No México na Cidade do México, no Japão em Tokyo e na Alemanha em Frankfurt.

newdcdez

Esse é mais um grande passo para a expansão e resiliência dos serviços de Cloud IBM SoftLayer que veem sendo oferecidos para o mercado.

Gostaria de salientar alguns pontos para cada DataCenter:

  • Mexico City, Mexico – Será o lançamento de mais um DataCenter na America do Norte porém no Mexico facilitando assim a maior próximidade ao Brasil. Na prática isso quer dizer uma possível redução na latência. Maiores informações no link.
  • Tokio, Japão – Maior redundância na Asia. Com a adição de Tokio a replicação e a criação de DR ficará facilitada para quem hoje já utiliza Singapura e Hong Kong e lembrando não há custos para replicação e trafego na rede privada. Maiores informações no link.
  • Frankfurt, Alemanha – Trata-se do primeiro DataCenter na Alemanha e o quarto na Europa. Maiores Informações no link.

Acessem os links, se registrem, e fiquem atentos aos lançamentos pois cada DataCenter terá $500 para consumo em recursos computacionais.

Mapa dos DataCenters SoftLayer

datacenters

Obrigado,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Status

IDC: Previsões de TI na America Latina 2015

Bom Dia Leitores,

Boas Notícias !!!

Um dos principais provedores globais de pesquisas de mercado em tecnologia da informação, telecomunicações e tecnologia de consumo, o IDC, divulgou recentemente um relatório com previsões para o orçamento de TI na América Latina em 2015.

idc-logo
Todo o levantamento está baseado em uma pesquisa feita com CIOs de diversos mercados verticais e portes de empresa presentes no CIO Summit Latin America 2014, que aconteceu em Cartagena, na Colômbia, em agosto/2014.

Lendo o relatório por completo, relato aqui 2 (duas) indicações que se destacam quando olhamos para Cloud de um modo geral. São elas :

Cerca de 62% das organizações acreditam que seu orçamento de TI vai aumentar em 2015, sendo que 58% dos entrevistados irão alocar de 1 a 10% de seu orçamento geral de TI para tecnologias baseadas em Cloud em áreas como: desenvolvimento de aplicações, operações/gestão de TI, processos automação e análise de dados.

 

Em 2015, 20% dos orçamentos de TI serão destinados para projetos que trazem inovação para o negócio, principalmente em áreas como IT Service Delivery e Cloud, além do modelo de delivery de serviços compartilhados.

Portanto meus caros colegas, Cloud seguirá com seu crescimento e investimento por todo o mercado. Estejamos de olhos abertos para as oportunidades que aqui estão e as futuras que estão para chegar.

Caso queiram o material completo, ele está disponível para compra no link abaixo.

Referencia: Material do IDC Completo – disponível para compra.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87