Nota

Cloud, Cognitive e Quantum Computing – Sabe o futuro ? Chegou !

Olá Leitores,

A cerca de 05 anos atrás se pergutássemos para as empresas provedores de tecnologia  qual era o foco de atuação no mercado, podemos afimar que em 99,999999% dos casos a resposta seria o direcionamento para 03 (três) pilares.: Hardware, Software e Serviços. O mundo orientado a estes pilares trazia aos clientes soluções confortáveis e integradas, mas estes modelos de negócios consolidados nos últimos estão sob sérias ameaças de sobrevivência.

Uma nova TI, com novos modelos de negócio, que tal ?

Uma das palavras mais citadas hoje em dia em artigos é disrupção. Disrupção significa interrupção do curso normal de um processo. E é exatamente o que vemos por todos os lados. O surgimento de novos modelos de negócios digitais ameaçando setores enormes de indústria considerados sólidos e estáveis.

Pensando neste tema, venho estudando a evolução da TI para entender como estes disruptores conseguem atacar tão rápido e eficientemente o mercado e penso que a grande maioria deles visam tecnologias potenciais que estão sendo lançadas.

Para discursarmos um pouco sobre o tema, estudei três tecnologias que acredito ter um ENORME potêncial para que o processo de disrupção se torne cada vez mais normal. São elas : Cloud, Cognitive e Quantum Computing.

modelo-agencia-futuro

CLOUD COMPUTING.:

CLOUD já é um tema recorrente aqui no blog e como entusiasta do tema digo que o que temos hoje em Infraestrutura (IaaS), Plataforma (PaaS) e Software (SaaS) já atinge grande parte do mercado brasileiro e vem em um constante crescimento.

Para aqueles que ainda não acreditam, uma pesquisa do Gartner prevê que até 2020, qualquer estratégia para novas iniciativas de TI que não seja baseada apenas em Cloud demandará justificativa em mais de 30% das grandes organizações. Ainda pelas projeções, até 2021, dois terços das organizações globais estarão utilizando alguma solução em Cloud.cloudtogt

Cloud, sabemos, já é usado hoje para uma variedade de propósitos: Servidores Virtuais, Virtualização, Banco de Dados, Backup, Data mining, etc. A cada ano, a popularidade do cloud computing aumenta e novamente alguns insights para quem não conhece:

  • Cloud será cada vez mais ágil, escalável e com custo/benefício acessível, o que fará dela a plataforma principal para a nova geração de negócios, baseada em dispositivos móveis, redes sociais e Big Data. Deixará de ser a solução high end para aquelas empresas com grande volume de processamento de dados e se tornará o ponto de partida de todas elas.
  • Empresas perderão mercado por incompetência digital. Hoje em dia, todas as empresas são de alguma forma digitais. É necessário expandir produtos e serviços via cloud e ter uma estratégia bem definida para ter sucesso.

De acordo com o Gartner, até 2019, mais de 30% dos novos investimentos em software pelos 100 maiores fornecedores terá mudado de Cloud-first para Cloud-only. A postura atualmente bem estabelecida do uso de Cloud-first no planejamento e design de software está sendo gradualmente substituída pela estratégia Cloud-only. Isso também se aplica aos cenários de Nuvem Híbrida e Privada.

Até 2020, mais poder computacional terá sido vendido por provedores IaaS (Infrastructure as a Service) e PaaS (Platform as a Service) em Cloud do que tecnologias vendidas e implementadas em Data Centers corporativos.


 

COGNITIVE COMPUTING.:

Cognitive Computing (Computação Cognitiva) chegou e já é possível fazer grandes transformações. Não devemos subestimar.

Gosto de falar sobre computação cognitiva exemplificando algumas funções hoje já executadas por IA como: reconhecer objetos em vídeos e fotos, reconhecer emoções em textos, traduzir diferentes línguas, dirigir um veículo, pilotar um drone, detectar sinais de câncer com mais eficiência, detectar sinais de problemas ambientais e inúmeras outras situações.

Para mim está claro que estamos diante de um ponto de transformação de comunicação entre tecnologia e sociedade. Nunca antes uma revolução digital está nos proporcionando uma avalanche de mudanças tecnológicas que tem o potencial de redesenhar a própria essência da sociedade.

O primeiro grande passo que as empresas precisam entender são as implicações que IA é capaz de exercer como máquinas que podem aprender, conduzir interações humanas e  engajar  funções de alto nível em escala e velocidade incomparáveis com os processos atuais.

Sabe qual o melhor de tudo isso ? Os principais fornecedores de estão disponibilizando APIs para criar um ecossistema de aplicações em torno de seus produtos de IA. O modelo colaborativo está sendo amplamente adotado para impulsionar a evolução exponencial.

 


 

QUANTUM COMPUTING.:

Quantum Computing (conhecida também como Computação Quantica), o nome já nos leva a pensar 1001 possibilidades diferentes de execução e interação.

Não deve ser supresa que os computadores quanticos deverão superar amplamente os computadores convencionais em vários domínios, incluindo a aprendizagem de máquinas, a criptografia e a optimização de problemas de negócio nos domínios da logística e da análise de riscos.

A mágica está no fato de que, à medida que os bits duplos (chamados de “quantum-bit” ou “qubit”) são adicionados, o crescimento da capacidade de processamento é exponencial. Um computador de 4 qubits tem 16 dos tais “estados” diferentes ao mesmo tempo. Já um de 16 qubits salta para mais de 65.536 estados diferentes simultâneos. O aparelho que o IQC está criando terá cem qubits e, portanto, será capaz de fazer mais de 3 trilhões de operações ao mesmo tempo.

Atualmente, o único fornecedor em sua escala trabalhando para levar a computação quântica ao mercado de forma aberta e prática é a IBM. Mas dado o desempenho e os benefícios de segurança que esta tecnologia potencialmente tem, se for bem sucedido, isso será mais pertubador do que Cloud Computing.

 

 

Não nos resta dúvidas que o mercado de tecnologia está sendo amplamente alterado nesta década, com praticamente todas as empresas de tecnologia tendo que se reinventar.  A mudança fundamental de ferramentas para soluções, de ser definido pelo que você constrói para quais problemas você resolve é realmente o segredo do sucesso.

Agora imaginem só … Todo essa nova tecnologia baseada em Cloud vai permitir que empresas com computação tradicional ganhem acesso a recursos de computação quantica sem qualquer burocracia, utilizem e treinem seus recursos em computação cognitiva e simplesmente construam aplicações e serviços que se beneficiem de todo esse poderio.

Respire fundo e vamos lá !!!

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

This blog has been verified by Rise: Re53aa211202178a1c2c044b7c51d5166

Nota

Cloud para 2017 – O que devemos esperar ?

Olá Leitores, Bom Dia.

Um Feliz 2017 repleto de energia positivas e grandes acontecimentos para todos nós.

Para começarmos o ano e este post devemos constatar que Cloud Computing nos últimos cincos anos ajudou muitas empresas a se transformar mas após algumas pesquisas vejo muitos especialistas e provedores de tecnologia concordarem que estamos entrando na segunda fase para Cloud.

Nesta fase o mercado estará acelerado tanto para Cloud públicas quanto para Cloud  privada onde à medida que as empresas buscarem ganhar eficiência essas irão escalar cada vez mais seus recursos computacionais, criarão novos ambientes e farão uso intenso de infraestrutura e plataforma.

Minha percepção para o mercado brasileiro é que teremos um ano muito promissor sem dúvida nenhuma. Nos últimos dois, três anos vimos as empresas superarem questões de desconfiança como segurança, localidade física, latência, performance, e temos o cenário maduro para que o crescimento seja exponencial. 🙂

homem-de-negocios-com-icones-nuvem_1134-257

Vou enumerar alguns fatores que serão impulsionadores para que realmente tudo se torne realidade.:

1.) Empresas com grandes orçamentos, DataCenters locais e aplicações complexas estarão olhando para Cloud e buscando provedores que tornem viável a execução de aplicações essenciais (core business).

Aplicações ‘core business’ como ERPs, CRMs, SAP, Totvs, Oracle e grandes investimentos em DataCenters locais não serão mais desculpas para que as empresas adotem Cloud. Sendo infraestrutura, plataforma ou Software os benefícios de Cloud são evidentes e as empresas passaram a investir fortemente nesta nova modalidade.

2.) Crescimento no número de provedores de Cloud no Brasil.

O número é grande !  Cloud hoje no Brasil tem para todos os gostos. Temos de multinacionais até empresas locais – relacionado as principais como IBM, AWS, AZURE, GOOGLE e as locais que buscam novos conceitos como LOCAWEB, UOL, TIVIT, etc.

Esse número alto de provedores fará com que a competitividade cresça e torne as soluções e produtos cada vez mais qualificados impulsionando assim novos clientes.

 

3.) O tamanho ainda não importa! O importante é que as empresas tenham CLOUD;

Quando falamos de infraestrutura por exemplo, é difícil encontrarmos grandes movimentações – a não ser um projeto ou outro. Fato é que para que cloud ganhe grandes clientes e uma utilização exponencial o importante é que as empresas estejam utilizando Cloud.

4.) As ferramentas migração para cloud estão melhorando e facilitarão a adoção;

Um dos fatores que os clientes sempre colocavam como impeditivo era a questão de migração de seu ambiente para Cloud e a necessidade em muitos casos de uma customização completa de suas aplicações.

Este problema hoje tem uma real solução, empresas como Double Take, Zerto, CloudMigrator tem transformado e criado aplicações capazes de migrar o ambiente garantindo estabilidade, baixo custo e diminuindo cada vez mais o impacto da ida a Cloud.

 

5.) Criação de novos negócios;

Não há mais espaço para perda de tempo. Hoje a criação de novos negócios é cada vez mais importante e Cloud é um parceiro essêncial nesta jornada.

O mundo está em se transformando a cada minuto e aplicações web e mobile farão cada vez mais sentido para o atendimento de seus clientes.

diferentes-aplicacoes-moveis_1284-816

Para que interessar o Forrester criou um relatório onde teremos as 10 previsões de Cloud esperadas para este ano: “Forrester Predictions: Ten Key Developments In Cloud Computing Shape The Industry In 2017.”

É isso aí pessoal, vamos com tudo !

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Status

2016 – O ano em que Cloud Computing se tornou popular !

Olá Leitores, Bom Dia.

Estamos encerrando mais um ano, 2016 foi com certeza o ano em que Cloud Computing teve um belo amadurecimento e crescimento em níveis de popularidade, consumo e entendimento no mercado Brasileiro e por isso merece um post de encerramento.

Devo começar dizendo que o principal motivo que tornou Cloud Computing mais conhecido e popular foi a mudança em que o mundo sofreu. SIM, vivemos hoje em mundo totalmente digital, que pede empresas mais ágeis, produtos interligados na internet, aplicativos com vida online, rapidez em correções e atualizações, qualidade e preços altamente competitivos.

Vale uma menção do meu vídeo de Ligado na Nuvem l O Futuro da TI mora na Nuvem . onde demonstro como a tecnologia está transformando cada vez mais a maneira com que nos comunicamos, consumimos e fazemos negócios. Tecnologia é a base da operação das empresas, da produção e do atendimento satisfatório aos clientes.

business woman hand working on smart phone and laptop computer a

Segurança e confiabilidade dos ambientes de TI em Cloud hoje já são fatos consumados, o grau de maturidade e entendimento conforta as empresas a mergulharem em seus provedores escolhidos e criarem seus ambientes sem medo de errar.

Falando de provedores … a presença de DataCenters local de multinacionais como IBM, Amazon[AWS], Microsoft [Azure] e a promessa futura de Oracle e Google endossam cada vez mais um mercado altamente competitivo.

Investimentos em telecomunicações para fortalecer o uso de Internet começa a deixar de ser  um fantasma e a oferta de ambientes em Cloud de forma massificada por empresas começam a se tornar tecnicamente e financeiramente cada vez mais viável.

digital composite of hand holding smartphone with vignettes

Em paralelo, a tudo isso HW e SW se tornam cada vez menos atrativos devido a gastos indiretos como manutenção, suporte, atualização, depreciação, etc. A situação econômica leva naturalmente as empresas a repensarem suas estratégias e romperem paradigmas para atingir a estratégia de redução de custos, mas dessa vez com qualidade.

Por outro, lado vimos alguns conceitos novos surgirem e outros que tomaram força como.: MultiCloud, Cloud Hibrida, Fog Computing, Watson [Cognição], BlockChain e outros – vale a pena a pesquisa e a leitura.

Sendo assim fica evidente que a necessidade em estar no ‘novo mundo’ faz com que as empresas se preocupem cada vez mais com o negócio e focando em ter tecnologia como base para toda essa transformação.

Em meu ponto de vista ainda temos alguns desafios que devem ser melhor esclarecidos, desmistificados e aprimorados para 2017.:

  • Compra de Hardware vs CLOUD – Pode parecer uma simples comparação, mas não é! Ainda sinto que algumas empresas preferem fazer investimento em HW ao invês de parar, pensar e realmente encontrar as reais vantagens deste novo mundo. Precisamos sempre criar um ROI e um TCO bem profundo analisando criteriosamente cada um dos recursos utilizados para que se tenha tecnologia de ponta e assim se provando que Cloud é em sua grande maioria a melhor alternativa.

 

  • Workloads considerados produção são para Cloud SIM ! Workloads como SAP, VMWARE, ORACLE, TOTVS, ERPs, CRMs em geral, – já são em realidade em Cloud. Por todas as vantagens já citadas e pela crescente maturidade de cloud com segurança, performance e valores temos como aceitação estratégica para estes pontos.

 

  • Mundo de IaaS e PaaS – Como devo dar o próximo passo ? Aqui também está um grande desafio que no 2 semestre de 2016 encontrei em algumas empresas enfrentando. Como partir de um mundo onde tocamos infraestrutura e passamos a desenvolver aplicações totalmente conectada em RunTimes, DevOps, GitHub, serviços mobile, etc será um grande desafio em 2017.

 

  • Vou para Cloud mas e a Internet ? E o Link ? Finalmente a questão de telecomunicação finalmente deixou de ser um fantasma. Hoje ter um link ou até mesmo depender da Internet com VPN vem sendo utilizada de forma massificada por empresas e tornou-se uma solução viável.

 

c30128ffb30922a3618b84829c8cca3c

 

Os próximos anos são promissores, tenha certeza disso, o Gartner publicou alguns estudos

que apontam  investimentos das empresas brasileiras em Cloud para 2017 devem chegar a US$ 4,5 bilhões, e até 2020 devem atingir  US$ 20 bilhões.

 

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

 

Nota

ConaCloud 3 – O maior congresso Online de Cloud Computing do Brasil

Olá Leitores, Bom Dia.

Quem está procurando por informações qualificadas de Cloud Computing aqui está uma grande oportunidade.  Participe do evento ConaCloud em sua terceira edição !!!

O evento é gratuito e acontecerá de 12 a 16 de Dezembro.

screen-shot-2016-12-06-at-11-51-34-pm

O que é o ConaCloud ?

O CONACLOUD é um Congresso 100% Online e Gratuito que reunirá os maiores experts em Computação em Nuvem da América Latina. Serão palestrantes selecionados abordando os mais variados assuntos como Carreira, Negócios, Plataformas e Ferramentas. O conceito de Congresso Online é totalmente inovador no Brasil, porém já muito consagrado nos Estados Unidos e Europa.

Qual o objetivo do ConaCloud?

Nosso objetivo é esclarecer muitas dúvidas ainda existentes sobre essa onda que invade o mercado de TI. Em breve a Computação em Nuvem será indispensável para qualquer ambiente de tecnologia, e já está dominando o mercado corporativo.Com a realização do CONACLOUD esperamos proporcionar novas oportunidades à milhares de profissionais de TI dando-lhes acesso ao conhecimento e experiência dos maiores experts no assunto, para que possam iniciar ou ampliar seus negocios em Cloud Computing.Nós acreditamos que através da Internet podemos dar oportunidade à milhares de profissionais que dificilmente a teriam se tivessem que participar de um Congresso presencial.



Palestras:

Este ano eu irei palestrar dia 15 de Dezembro as 20h .

Tema: O FUTURO DA TI MORA NA CLOUD.

Quer saber porque ? Vou contar um pouco…

A evolução da tecnologia nos leva a um mundo onde Cloud Computing é e será parte inerente de produtos e aplicações. Entender a evolução dos negócios, saber como aproveitar e aplicá-lo em seu dia a dia será a grande chave para o sucesso. O futuro com Cloud, IoT, Analytics e Computação Cognitiva trará a sociedade facilidades e um novo conceito em tecnologia.

Acesse agora mesmo o site e garanta sua inscrição:  http://conacloud.com.br/

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Status

MultiCloud – Estamos preparados?

Olá Leitores, Bom Dia.

Essa semana um dos assuntos mais comentados que acompanhei para Cloud foi a questão do ‘MultiCloud’, e como este modelo pode auxiliar as empresas a entrarem e crescerem seu uso e consumo no mundo de tecnologia.

Começo apontando que há uma forte expansão e em ritmo acelerado na adoção de todos os modelos de Cloud (públicas, privadas e híbridas) implicando em novos modelos de consumo de TI para as empresas. Vejo que este crescimento se reflete principalmente pela necessidade das empresas entrarem de vez na transformação para o mundo digital.

multicloud

Mas como o MultiCloud entra neste contexto ?

O objetivo do MultiCloud é entregar a melhor composição de cada provedor, dando ao cliente a possibilidade de trabalhar e escolher o que melhor lhe atende principalmente quando falamos diretamente do mundo de IaaS, onde claramente teremos valores de servidores, ofertas diferenciadas, etc.

Agora vamos a realidade …
Hoje muitas empresas estão em busca de redução de despesas, de agilidade e flexibilidade para criação de novos modelos de negócio, melhoria de segurança e principalmente redução da complexidade no gerenciamento da TI.

01wtifeaturecloudcomputercooperationistockphoto-1388082861527

 

Os benefícios de MultiCloud são evidentes, as empresas escolheriam o melhor provedor por sua características, valores, custos, conformidades e assim encaixando um mundo ‘MultiCloud’ em pleno funcionamento, é um baita negócio !!!

 

Mas vamos a algumas considerações – ítens acimas são extremamentes relevantes, mas me preocupa o fato da redução da complexidade no gerenciamento da TI. Este eu devo indicar que deve ser avaliado com bastante ‘carinho’.

Se observarmos que Cloud tem que trazer um modelo de TI ágil, fácil, flexível e dinâmico fico me perguntando se tivermos 2,3,4 ou até 5 provedores diferentes para cada empresa como seria o dia a dia ?  Talvez a resposta mais óbvia seria: Adote um PORTAL ÚNICO.

Mas vamos mais a fundo na preocupação do dia a dia de um adminstrator de TI tendo que gerenciar múltiplos portais (SoftLayer, AWS, Google, Azure), cada um com suas características de Firewall, Vpns, Vlans, Subnets, segmentos, links direto, servidores físicos, virtuais, templates, OpenStack, Container, Virtualizadores, Sistemas Operacionais, storage, etc .. UFA!

Os detalhes acima conduzem o assunto diretamente focado  em InfraEstrutura, mas ainda existem as considerações para a interoperabilidade, o faturamento, as limitações, o SLA, a governança, as características – Como ficaria tudo isso ?

ku-xlarge

Penso que o atual cenário das empresas no Brasil ainda nos remete a um ambiente  OnPremises, Hosting e até um Colocation onde as empresas estão iniciando sua movimentação e entendimento para o mundo Cloud.

Temos que ter uma visão bem clara que nascer em Cloud é uma coisa – movimentar seu ambiente para Cloud é completamente outro.

Por todos os motivos listados entendo que o conceito de Cloud Hibrida fará muito sentido nos próximos anos até chegarmos  no conceito de MultiCloud.

Por fim, minha percepção é que devemos ter um modelo realmente agnóstico, mas o grau de maturidade das empresas influênciará diretamente na adoção ou não adoção para MultiCloud..

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Semana da Computação USCS – Palestra: CLOUD e suas tendências futuras (IoT, Analytics e Watson).

Olá Leitores, Boa Noite.

Hoje (08/09) estive na Universidade de São Caetano do Sul na semana da Computação.

Tive a oportunidade de palestrar e trocar experiências sobre o mundo de tecnologia e aprofundar no impacto atual que a era digital traz para as pessoas, negócios e empresas.
O tema que abordei foi CLOUD e suas tendências futuras (IoT, Analytics e Watson).

Gostaria de agradecer pelos alunos que assistiram e interagiram na apresentação. Também fica o meu Muito Obrigado, ao convite feito pelo professor Fabricio Perrella. Foi um prazer !

img_0433

 

Para quem quiser aprofundar a apresentação encontra-se no Slide Share.:

 

 

 

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Base de Conhecimento da SoftLayer agora disponível em português.

Olá Leitores, Boa Noite.

Recentemente a IBM anúnciou que o KnowledgeLayer da SoftLayer agora estará disponível não só em inglês, e sim em outros 10 idiomas, inclusive o Português (BR-PT).

Com esta ação clientes SoftLayer atualmente já podem contar com o painel de controle e base de conhecimento totalmente traduzida e acessível em linguagem nativa.

Acesse o KnowledgeBases através do link a seguir:
http://knowledgelayer.softlayer.com/pt-br/

Screen Shot 2016-08-17 at 10.55.04 AM

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola