Status

MultiCloud – Estamos preparados?

Olá Leitores, Bom Dia.

Essa semana um dos assuntos mais comentados que acompanhei para Cloud foi a questão do ‘MultiCloud’, e como este modelo pode auxiliar as empresas a entrarem e crescerem seu uso e consumo no mundo de tecnologia.

Começo apontando que há uma forte expansão e em ritmo acelerado na adoção de todos os modelos de Cloud (públicas, privadas e híbridas) implicando em novos modelos de consumo de TI para as empresas. Vejo que este crescimento se reflete principalmente pela necessidade das empresas entrarem de vez na transformação para o mundo digital.

multicloud

Mas como o MultiCloud entra neste contexto ?

O objetivo do MultiCloud é entregar a melhor composição de cada provedor, dando ao cliente a possibilidade de trabalhar e escolher o que melhor lhe atende principalmente quando falamos diretamente do mundo de IaaS, onde claramente teremos valores de servidores, ofertas diferenciadas, etc.

Agora vamos a realidade …
Hoje muitas empresas estão em busca de redução de despesas, de agilidade e flexibilidade para criação de novos modelos de negócio, melhoria de segurança e principalmente redução da complexidade no gerenciamento da TI.

01wtifeaturecloudcomputercooperationistockphoto-1388082861527

 

Os benefícios de MultiCloud são evidentes, as empresas escolheriam o melhor provedor por sua características, valores, custos, conformidades e assim encaixando um mundo ‘MultiCloud’ em pleno funcionamento, é um baita negócio !!!

 

Mas vamos a algumas considerações – ítens acimas são extremamentes relevantes, mas me preocupa o fato da redução da complexidade no gerenciamento da TI. Este eu devo indicar que deve ser avaliado com bastante ‘carinho’.

Se observarmos que Cloud tem que trazer um modelo de TI ágil, fácil, flexível e dinâmico fico me perguntando se tivermos 2,3,4 ou até 5 provedores diferentes para cada empresa como seria o dia a dia ?  Talvez a resposta mais óbvia seria: Adote um PORTAL ÚNICO.

Mas vamos mais a fundo na preocupação do dia a dia de um adminstrator de TI tendo que gerenciar múltiplos portais (SoftLayer, AWS, Google, Azure), cada um com suas características de Firewall, Vpns, Vlans, Subnets, segmentos, links direto, servidores físicos, virtuais, templates, OpenStack, Container, Virtualizadores, Sistemas Operacionais, storage, etc .. UFA!

Os detalhes acima conduzem o assunto diretamente focado  em InfraEstrutura, mas ainda existem as considerações para a interoperabilidade, o faturamento, as limitações, o SLA, a governança, as características – Como ficaria tudo isso ?

ku-xlarge

Penso que o atual cenário das empresas no Brasil ainda nos remete a um ambiente  OnPremises, Hosting e até um Colocation onde as empresas estão iniciando sua movimentação e entendimento para o mundo Cloud.

Temos que ter uma visão bem clara que nascer em Cloud é uma coisa – movimentar seu ambiente para Cloud é completamente outro.

Por todos os motivos listados entendo que o conceito de Cloud Hibrida fará muito sentido nos próximos anos até chegarmos  no conceito de MultiCloud.

Por fim, minha percepção é que devemos ter um modelo realmente agnóstico, mas o grau de maturidade das empresas influênciará diretamente na adoção ou não adoção para MultiCloud..

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Anúncios

Qual workload escolher para começar uma Hybrid Cloud em sua empresa?

Leitores, Bom Dia.

Terceiro dia de InterConnect e aproveitei para aprofundar meus conhecimentos em algo que identifico como promissor e uma necessidade atual recorrente de muitas empresas brasileiras que buscam inovação, porém sem perderem o que possuem em seus ambientes on premises. Estamos falando de Hybrid Cloud !

Para fortalecer este post e o tema devo começar dizendo que o IDC [International Data Corp] prevê que mais de 80% das organizações de TI corporativos vão comprometer-se a adotar arquiteturas de Cloud híbrida em até 2017.

Como funciona ?

O modelo de hybrid Cloud trata-se de um ambiente de Cloud que permite combinar seus serviços no ambiente on-premises, cloud privada e cloud pública com orquestração entre estas plataformas.

Com maior flexibilidade e mais opções de implantação, o modelo de Hybrid Cloud pode levar a um menor custo total de propriedade e pode ajudá-lo a fornecer novos recursos ao  mercado de forma mais rápida.

fig1

 

Quais são as vantagens ?

O modelo de nuvem híbrida permite que a empresa mantenha o controle sobre seus ambientes de TI durante o envio workloads para a Cloud Pública por exemplo para tirar proveito de sua flexibilidade e escalabilidade. Vamos a mais vantagens:

  • Maior integração;
  • Visibilidade e controle dos recursos computacionais;
  • Segurança;
  • Portabilidade;
  • Gerenciamento de dados e governança.


Quais os workloads ?

As possibilidades quando se adota uma Cloud Hibrida são muitas e irei relatar aqui as principais o que os clientes estão escolhendo para este modelo de adoção. Vamos a elas:

h1
Independent workloads:

Adotando uma Hybrid Cloud você terá possibilidade de escolher onde cada workload se encaixa melhor, trazendo um alto nível de flexibilidade e para este modelo deve-se levar em consideração ítens como tipo de aplicação, modelo de acesso e característica de performance.

 

SOR-SOE Integration:h2

SOR = System of Records na Cloud Privada  e SOE = System of Engagement na Cloud Pública.

Este modelo se enquadra em empresas que possuem um alto nível de investimento realizado em seus ambientes on-premises e rodando o ‘core’ dentro da empresa e não abriram mão deste modelo, mas obrigatoriamente devem inovar e assim começar a criar novas aplicações já em uma Cloud Pública. Não devemos nos esquecer que este modelo exige integração entre ambos.


h3
Portability and Optimization
:

Este é o famoso transbordo, ou seja, estou utilizado por exemplo uma Cloud Privada mas precisarei de mais recursos computacionais para suprir tal necessidade. Adotando este modelo suas aplicações e dados deverão facilmente e rapidamente interagir entre public cloud e private cloud trazendo otimização.

A parceria entre Cloud IBM e VMWare trará este modelo com mais força para o mercado. Farei um post futuro abordando na prática este funcionamento.

 
h4
Hybrid Cloud brokerage and management

Para quem pensa em ter ou já tem a adoção de diversos modelos de Cloud como IaaS, PaaS ou SaaS, além de múltiplos providers de Cloud como IBM, SoftLayer, AWS, Azure, Oracle, etc, este modelo poderá trazer mais controle e segurança para o uso das aplicações.

 

 
h5

Backup and archive

Coloque essa conta na ponta do lápis e tenho convicção que você ficará tentado a começar a mover seus backups e archives para Cloud hoje mesmo. Continue rodando seu ambiente on-premises mas veja backups podem ser facilmente migradas e integrados em uma Cloud Pública. Aqui estamos falando de custos que giram em torno da casa de centavos de dolar. Além de redundância e criptografia em alto nível. Vale a pena!

 

h6
Capacity access

Está precisando testar uma nova aplicação mas não tem recurso computacional ? Precisa de alta performance para executar um teste ? Existem muitas situações que você precisa de um ambiente de forma rápida, fácil e prática para utilizar durante algumas horas e assim pagar por este uso.  Porque não adotar uma Hybrid Cloud já integrada a uma Public Cloud e trabalhar desta maneira ?

 

H7
Disaster Recovery

Assim como o ítem de backup e archive vou dizer para este, coloque na ponta do lápis quanto custa ter um DR em sua empresa vs ter um DR em uma Cloud. DR trata-se de um ambiente que precisa ficar de prontidão mas sabe-se lá quando você irá utilizá-lo. Porque não desenhar um modelo de adoção entre Cloud Privada e Publica reduzindo custos e preocupação entre ambos ?

 

Se como a maioria das empresas, você está tentando conduzir melhorias operacionais contínuas e sustentáveis que baixo custo e redução de complexidade, considere Hybrid Cloud.

O modelo de Hybrid Cloud da IBM por exemplo fornece recursos de baixo custo que equilibram segurança, escalabilidade, confiabilidade e flexibilidade.

Melhoramos significativamente sua capacidade de impulsionar a inovação, sem custos iniciais enormes, com escala e com o de mais atual em tecnologia.

Abraços,


Thiago Viola
IBM Cloud Services Sales Manager
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Status

IBM InterConnect 2016 – Você precisa de um guia para Cloud?

Olá Leitores, Boa Noite.

Estamos há alguns dias do IBM InterConnect 2016 que será realizado em Las Vegas.

Eu já estou por aqui participando do IBM Sales Academy, justamente fazendo uma preparação e tendo acesso as novidades de Cloud IBM para este ano. Sou uma pessoa ansiosa e por esse motivo não conseguirei ‘guardar’ esse segredo para a próxima semana.

Sendo assim, compartilharei com vocês um guia superficial de quais são os princípios de Cloud, como explicá-los, como escolhe-los, como definir uma estratégia e ter realmente um provedor que possa endereça-los de forma completa.

Escolher um modelo ou tipo de Cloud por si só pode parecer uma tarefa fácil, porém quando estamos falando de uma ação estratégica que realmente pode trazer uma transformação para seu negócio é necessário olhar o todo, buscar por um provedor que tenha o expertise é essencial, além de trazer o futuro de forma rápida e precisa.

Compartilho aqui com vocês os 04 (quatro) princípios que a IBM definiu para clientes que buscam por Cloud e complementos de inovação.

Screen Shot 2016-02-19 at 5.04.39 PM

O guia de Cloud IBM tem 04 princípios:

Choice with Consistency – O workload certo – no provedor certo.

Para explicar este primeiro, sempre me lembro da primeira palestra de Cloud que assisti onde o primeiro slide dizia: “CLOUD, Por onde começo?”. 

Existem muitos workloads  que necessitam de Cloud como: Backup, DR, Ambientes de QA/DEV, mobile, analytics, etc – mas como sei em qual devo levar a Cloud ?

E outro ponto : Qual o provedor que devo escolher?

A IBM através de sua soluções de Cloud (SoftLayer e CMS) traz aos clientes total controle, flexibilidade, acesso e transparência tendo + 40 DataCenters distrubídos em todo o globo terrestre, traz uma solução Open, segura, escalável e totalmente interligada através de redes redundantes e com alta performance. Além é claro de um expertise com processos e profissional qualificados para determinar o melhor workload a ser priorizado.

Screen Shot 2016-02-19 at 6.16.02 PM

 

Hybrid Cloud Integration – On Premises ? Publico ou Privado? e agora ?

Vocês sabiam que 7 em cada 10 empresas [Fonte de Pesquisa IBM] possuem um planejamento de adoção para Cloud Hibrida ?Screen Shot 2016-02-19 at 6.22.05 PM

Principalmente para o mercado brasileiro este ponto é ainda mais evidente, muitas empresas apostaram e pagaram alto para possuirem dentro de suas paredes um Data Center da melhor qualidade possível e investindo altos valores.

Apostar em uma Cloud pública e tirar tudo de dentro da empresa pode não ser uma boa estratégia a curto prazo, e assim a cloud Hibrida faz mais sentido ainda.

A IBM é a número #1 em Cloud Híbrida e pode auxiliar em faze-los optar por uma Cloud Hibrida trará resultados com integração, visibilidade, controle, portabilidade e a segurança de maneira tranquila os negócios.

 

DevOps Productivity – Sua empresa pronta em minutos !

Screen Shot 2016-02-20 at 12.34.04 PMJá ouviram dizer: Se for errar, erre o mais rápido possível ?

É exatamente o que esse tópico de DevOps Productivity quer dizer, ter um plataforma integrada, com componentes, flexivel e fácil desenvolvimento de apps é fundamental nos dias de hoje.

Através da plataforma da IBM BlueMix, desenvolvedores devem buscar se preocupar justamente com o código, com a integração e a parte funcional da escolha de RunTimes, Microservices e etc.

Atualmente ter uma plataforma mobile já é pré-requisito e não mais diferencial.

 

Powerful, acessible analytics with Cognitive – O futuro está na sua porta … E não há como escapar !

Desenhos como ‘Os Jatson’ e filmes como o ‘Eu Robo’ relatavam o futuro de nossa interação com ‘maquinas’ em uma figura muito parecida ao ser humano, pois é, isso agora já é o presente. Watson traz o que há de mais novo em cognição – um forte apelo a abilidade de aprendizado e entrega de comunicação no modelo mais próximo a de um humano.

E também não podemos esquecer de tecnologias que facilitarão nosso dia a dia como Analytics e IoT que trarão muita automação e inteligência.

Screen Shot 2016-02-20 at 12.48.52 PM

É isso aí pessoal, em breve trago mais novidades dos preparativos para o InterConnect 2016.

Abraços,

 


Thiago Viola
IBM Cloud Services Sales Manager
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Citação

Mercado de Hybrid Cloud em 5 anos será de $84 bilhões

Olá Pessoal, Boa Tarde.

A empresa de pequisa e consultoria no mercado “Markets and Markets” estimou que o crescimento de Cloud Híbrida atingirá cerca de $84.670 milhões de dolares até 2019. O potencial de crescimento anual será de 27,3% entre 2014 à 2019.

O relatório, “Hybrid Cloud Market by Solution (Consulting, Cloud Integration, Cloud Management, Cloud Security, and Networking), by Service Model (IAAS, PAAS, and SAAS), by Region (NA, Europe, APAC, MEA, and LA) – Global Forecast to 2019”, acessivel para compra através do link, diz que este mercado está segmentado em modelos de implantação de sistema e serviço, vertical e região.

Numbers And Finance

A nuvem híbrida fornecerá soluções excelentes, como a integração, gerenciamento de nuvens, segurança, redes e consultoria para oferecer recursos altamente escaláveis que podem ser ajustados on-demand.

De acordo com o estudo de pesquisa em torno de 48% das empresa está planejando adotar sistemas de serviços de nuvem híbrida em um futuro próximo.

As principais características do modelo de Cloud Computing com nuvem híbrida é o das normas e serviços compartilhados, soluções empacotadas, self-service, escalável, preço baseado em uso, acessível através da Internet, tecnologias de interface do usuário padrão e serviços de publicação e API, o que resultará em uma maior eficiência uso de ativos de TI, maior agilidade para o lançamento de novos serviços e uma maior eficiência de custos.

O estudo também aborda algo bem importante que é …
Quais são os Maiores Desafios para o híbrido Mercado Cloud?

No estudo, os responsáveis da MarketsandMarkets também apontaram o que vão ser os maiores obstáculos para o mercado de nuvem híbrida e seu crescimento.

Os principais obstáculos para o mercado de nuvem híbrida provavelmente virá dos próprios consumidores e as questões de segurança de dados. Especialmente aqueles que envolvem o armazenamento de dados em nuvem crítica.

Naturalmente, restrições tecnológicas, tais como infra-estrutura precária é outro problema que o mercado de nuvem híbrida terá de lidar. Estes e muitos mais problemas estão parando muitas SMBs de adoptar soluções de nuvem híbrida.


A nuvem híbrida facilitará a migração de aplicações e serviços entregues através de SaaS através de outras ofertas de nuvem.

Atualmente gigante de TI como Cisco, Rackspace, HP, Microsoft, IBM, e outros são os vendedores como Amazon Web Services estão ativos e em busca do mercado de nuvem híbrida.

16458353260_1763af8a20_n

Esses fornecedores possuem capacidade de oferecem sistemas e serviços de nuvem para inúmeros setores, como serviços bancários, serviços financeiros e de seguros, saúde, telecomunicações e ITES, mídia & entretenimento, educação, energia, governo, manufatura, bens de consumo e varejo, pesquisa e serviços de consultoria e outros.

Em algumas semanas eu farei um post destinado as soluções da IBM na adoção de núvem híbrida em seu modelo tradicional e também baseada em Open Stack.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
IBM Cloud Services Sales Representative
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Deploy de uma InfraEstrutura VMWare na SoftLayer (Public Cloud)

Olá Amigos, Boa Tarde.

Depois do último post sobre a contratação de Virtual Server na SoftLayer, vamos a uma publicação sobre como podemos fornecer ao cliente uma InfraEstrutura VMware para então criação e uso de máquinas virtuais.

Lembrando que a IBM SoftLayer oferece também servidores virtuais (onde esses compartilham o host físico com outros inquilinos).

Porém, para esse post falaremos sobre a criação de um dos diferenciais da IBM SoftLayer chamado de servidores Bare-Metal e assim a criação de uma Infra com Vmware. A SoftLayer pode fornecer a tecnologia adequada para o seu cenário e carga de trabalho fornecendo toda infra necessária.

SL_componentsMuitos clientes corporativos estão em busca da capacidade de criar nuvens privadas flexíveis dentro SoftLayerHá muitas situações em que isto pode fazer sentido.

Vamos a o exemplo: Imagine um cliente que quer mover uma solução on-premise de TI exatamente como está para a na nuvem pública, no entanto, a solução possui dependências em um hypervisor específico como a interação com os hosts ESX. Através da solução da SoftLayer você poderá fazer isso.

Nesse momento algumas perguntas surgirão, tais como:

Como posso hospedar um Hypervisor na SoftLayer ?
Posso ter acesso ao host físico?
Como a SoftLayer trata a questão do licenciamento e implementação ?
Quais são as versões e features disponíveis ?

Relato aqui as principais questões com suas respectivas repostas e detalhes importantes que devem  ser levados em consideração durante a contratação.

Deployment

Posso realmente criar umnuvem privada isolada em VMware na SoftLayer?

Sim, é possível implantar servidores bare metal na SoftLayer e assim instalar qualquer hypervisor suportado (incluindo VMware ESX) nestes hosts e implantar máquinas virtuais usando as ferramentas de gerenciamento nativas. A SoftLayer também implementa modelos padrões seja em VLANs para segregação e vários componentes de rede (como gateways, roteadores e firewalls) que podem ser usados ​​para criar praticamente qualquer topologia.

Como eu posso implantar VMware ESX? (Posso implementar componentes VMware diretamente do portal SoftLayer? ) (Como posso selecionar outros hypervisors ?)

Selecionar e implantar o hypervisor ESX automaticamente com um servidor bare-metal de forma mensal (ver imagem). Você também pode implantar gerenciamento vCenter automaticamente com uma máquina virtual ou sistema bare metal (somente para Windows).  (Acessando https://store.softlayer.com/configure para ver todas as opções de configuração de bare-metal).

SL_ESX

Como alternativa, você pode implantar um servidor bare metal (por exemplo, com um sistema operacional livre, como Cent OS) e, posteriormente, instalar ESX manualmente (por exemplo, usando o Console remoto e acesso à mídia virtual do host), ou você poderia então instalar vCenter Server manualmente ou implantar o baseado em Linux VMware vCenter Server Appliance.Novo: Agora também é possível especificar “No Operating System ao implantar um sistema bare metal:no_os

 

Licenciamento


Como
funciona a licença do VMware em um ambiente SoftLayer?

Você terá duas opções para a abordagem de licenciamento.1. Ao implantar o hypervisor ESX através do portal, a SoftLayer habilitará automaticamente VMware Service Provider licenciamento de programas (VSPP).

Na implantação, o usuário vmadmin” por padrão é adicionado ao servidor ESX para coleta de dados. VSPP cobra por RAM reservada / usada para todos “powered on” máquinas virtuais (e não “per socket” como uma licença de host padrão).

Já o ESX instalado manualmente, os clientes podem utilizar o Bring Your Own licença” abordagem (BYOL). Isso significa que eles podem aplicar as suas licenças padrão para esses hosts.

 

Funcionalidades

Posso criar clusters ESX e usar recursos como vMotion, DRS, Vmware HA?

Sim, servidores físicos implantados com VMware podem ser configurado em um cluster com todos os recursos associados habilitados. Isso normalmente requer armazenamento compartilhado e o nível de licença VMware apropriado.

Posso separar o tráfego VMware em SoftLayer semelhante à implantação on-premise (VLANs separadas para o tráfego de Vm, armazenamento e gestão)?

Sim, você pode usar o tráfego de segregar usando a VLAN SoftLayers nativa. Várias redes privadas podem ser “trunked” para os servidores ESX, permitindo que os switches virtuais tenham um VLAN Tagging na camada de Port Group para a camada 2 isolamento.

Posso usar um DataCenter SoftLayer para fornecer um site de failover para o meu VMware Site Recovery Manager (SRM)?

Esse cenário pode ser configurado com o Vmware SRM e “vSphere Replication(replicação baseada em SW).

Storage
Qual solução de armazenamento é recomendada para nuvens privadas em VMware SoftLayer (para armazenar as máquinas virtuais).

Servidores bare-metal de armazenamento em massa da SoftLayer são ideais para fornecer o custo-benefício e alto desempenho de armazenamento compartilhado para máquinas virtuais.  Você pode, por exemplo configurar um servidor com a combinação adequada de SATA, SAS e unidades SSD, implantá-lo com o software QuantaStor do portal Softlayer, então criar LUNs de acordo com suas necessidades específicas e torná-los disponíveis como iSCSI ou NFS LUNs.

Portanto, lembre-se em alguns cenários você pode selecionar a Nuvem pública de um fornecedor exatamente com o hypervisor que desejar porém o risco de que você se tranca mais para o ecossistema de um fornecedor de virtualização particular ou ignorar até ter que dividir carga de trabalhos com outros.

Essa abordagem também é improvável se você precisar de interação direta com o host hypervisor físico por exemplo.

E por fim você pode considerar a contratação de um bare-metal da SoftLayer e implantar o seu trabalho em QUALQUER hypervisor de sua escolha.

Referência: Virtualization Matrix

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87