Status

PayPal troca VMWare por Open Stack: Caso de uso

Olá Leitores, Bom Dia.

Hoje postarei uma notícia que a tempos venho acompanhando e na última semana de Março teve novos ‘capítulos’ publicados de forma oficial. Trata-se da constante troca da empresa PayPal da tecnologia VMWare para Open Stack.

paypal_logo

A cerca de 2 anos atrás (quase no mesmo dia) a Forbes cobriu a informação de que o PayPal iria deixar a sua infraestrutura de VMware (com cerca de 80.000 servidores) e partir para OpenStack . O artigo na época impactou até os preços das ações da VMWare que teve queda de -2,12%. vmware

No dia de 23 de Março houve a notícia que o PayPal converteu quase 100 por cento do tráfego dos seus serviços web / API e mid-tier para rodar em uma nuvem privada interna que foi construída sobre OpenStack. Uma história enorme para OpenStack, e algo ruim para VMware.

O vice presidente do PayPal de plataformas globais e infra-estrutura, Sri Shivananda, destacou a escala em que PayPal funciona. No ano passado, a companhia serviu 162 milhões de clientes, através de 203 mercados e em 26 moedas diferentes, transacionando 228.000 milhões dólares em volume total de pagamentos.

Para permitir o crescimento, o PayPal precisou reinventar todas as partes do seu negócio, incluindo a sua infra-estrutura básica – enfatizou que OpenStack lhes dá a agilidade, disponibilidade e capacidade de gerenciamento que eles precisam.

OpenStackParte do projeto foi rearquitetar plataformas do PayPal a partir de um modelo tradicional manual de-build-on-demand para uma infraestrutura de nuvem privada multi-tenant com automação de ponta a ponta.

Atualmente muitas empresas estão adotando OpenStack como Mirantis, Piston Cloud, Nebula e até mesmo a IBM e Red Hat.

IBM e Red Hat estão começando a beneficiar desta nova visão centralizado e automatizada ibmem vez de algo tradicional  com abordagem centralizada típico da VMware.

A notícia na integra poderá ser encontrada nesse link.

Sendo assim, esse é um caso de uso na prática onde mostra um grande exemplo da mudança de um ambiente tradicional (nesse caso VMWare) para algo voltado para padrão aberto com Open Stack.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
IBM Cloud Services Sales Representative
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Anúncios

Quais são os Load Balancing disponíveis na Cloud IBM SoftLayer [Parte X]

Olá Leitores, Boa Tarde.

FIM!!! Último post sobre network, o número 10 – Quais são os Load Balancing disponíveis na Cloud IBM SoftLayer.

Local Load Balancing

O SoftLayer Local Load Balancing utiliza as tecnicas mais avanças de balanceamento de carga para diminuir latencia, evitar a perda de conexões, garantir um resposta em menos tempo e IP persistence no balanceamento entre os servidores.

Esse serviço pode ser ativado on-demand e configurado em real-time e assim você poderá adicionar ou remover servidores do balancing pool.

Iniciando em 250 Connections, o valor de $49.99 – chegando até 5000 Connections $999.99.

loadbalancing1

 

Para requisitá-lo, basta seguir os procedimentos abaixo:

1. Acessar o Painel de Control [Control.SoftLayer.Com]

2. Acessar a opção de Network > Load Balancing > Local

opt1

3.Clicar sob a opção > Order Local Load Balancer.

opt2

4. Selecionar qual o DataCenter e o número de conexões disponíveis.

opt3

Local & Global Load Balancing

O Local &Global Load Balancing utiliza tecnicas de distribuições entre servidores utilizando o Citrix NetScaler VPX. Esse serviço também Esse serviço pode ser ativado on-demand e configurado baseado em DNS local ou global.

Para a contratação do Global Load Balancing – Citrix NetScaler VPX, tem valor inicial em $299 dolares / mês, a Standard Edition com 10 Mbps.

loadbalancing2

Espero que tenham gostado da sequencia de 10 posts voltados para instruções de serviços de network.

Fico a disposição caso tenham dúvidas.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

O que posso utilizar de Network Appliances na Cloud IBM SoftLayer [Parte IX]

Olá Leitores, Boa Tarde.

Estamos quase no fim, portanto, vamos ao post sobre Network número 9 – O que posso utilizar de Network Appliances na Cloud IBM SoftLayer.

 

vyattaAll in one device.

Proteja sua infraestrutura de nuvem e tenha serviços on demand com performance e baixo custo.

O VYATTA te oferece diversos recursos em 1 appliance:

Firewall        VPN               Load-balancing

NAT        QoS               Router

 

CitrixNetScaler

Garanta que sua Nuvem estará sempre disponível, protegida e obtendo o melhor throughput. Com o Citrix NetScaler Standard & Platinum você terá muitas opções de configuração para quando de acessibilidade a seus serviços.

Maiores referências na página da SoftLayer. [ http://www.softlayer.com/network-appliances ]

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Como requisitar um Dedicated Firewall na Cloud IBM SoftLayer [Parte VIII]

Oi Leitores.

Vamos ao post sobre Network número 8 – Como requisitar um Firewall na Cloud IBM SoftLayer.

Para fazer o provisionamento de um dedicated firewall, basta seguir os steps abaixo:

network1 network2 network3

Maiores referências na página da SoftLayer. [ http://www.softlayer.com/firewalls ]

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Quais as opção de VPN na Cloud IBM SoftLayer [Parte VII]

Olá Leitores, Bom Dia

Vamos ao post sobre Network número 7 – Quais as opção de VPN na Cloud IBM SoftLayer.

A SoftLayer fornece algumas opções de VPN para que você crie um tunnel entre seu Data Center e/ou seu computador de administração.

Essas são as alternativas:

1) Remote access VPN (para gerenciamento)

Estabelecer conexão entre o seu computador e a SoftLayer, permitindo o acesso a rede privada.

Os protocolos usados são SSL ou PPTP.
Sem custo. Basta seguir os passos do link abaixo para configurá-la.

Mais informações:
http://computer.howstuffworks.com/vpn3.htm
http://knowledgelayer.softlayer.com/topic/vpn

2) Site-to-Site VPN (para gerenciamento)

Também chamado de LAN-to-LAN, conecta dois sites. Muito utilizado quando há a necessidade de várias conexões simultâneas entre os dois sites. Necessita equipamento no DC local para que seja fechado a conexão (tunneling).

O protocolo usado é o IPSEC.
Tem custo na SoftLayer de 99 dólares. Configurado através do menu “Network”, “IPSEC VPN”.

Mais informações:
http://computer.howstuffworks.com/vpn4.htm
http://knowledgelayer.softlayer.com/procedure/ipsec-vpn-setup

3) VPN para troca de dados (para produção)

Nessa opção também é realizado a conexão entre dois sites usando o protocolo IPSEC, porém com 3 possibilidades:

Vyatta, sistema da Brocade que fornece funções de VPN, Firewall e NAT. Tem custo inicial de U$100.00.

Fortigate, appliance fornecido pela SoftLayer com funções de Firewall e VPN e interface amigável. Tem custo de US$ 999 .

BYOS (Bring Your Own Solution). O cliente pode trazer a sua solução de VPN e implementá-la em um Servidor Baremetal (servidor físico). De total responsabilidade do cliente. O valor pode variar de acordo com o software escolhido. Sobre o servidor Baremetal a ser utilizado, o valor começará em US$250.

Mais informações:
http://knowledgelayer.softlayer.com/tag/vyatta
http://knowledgelayer.softlayer.com/procedure/gateway-appliance-basic-vpn-ipsec-configuration

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Segregando a Public Bandwidth na Cloud IBM SoftLayer [Parte VI]

Olá Leitores.

Após uma semana de eventos e compartilhamento sobre Cloud IBM SoftLayer, vamos ao post sobre Network número 6 – Segregando a Public Bandwidth na Cloud IBM SoftLayer.

Comentei no post de número V que você pode desabilitar a Public Bandwidth, certo ?
E como fica aquela franquia de 5 TB ou 20 TB que você possui naquela máquina. Irei perder?

Resposta: NÃO !! Você pode segregar essa quantidade em outro equipamento e assim SOMAR o total de outbound por mês.

Imagine que você possui uma solução com 3 servidores virtuais. Um para a camada web, outro para aplicação e um terceiro para banco de dados. Desses 3 servidores, apenas um irá se conectar a internet para fornecer dados e receber requisições.

Uma das vantagens da SoftLayer é permitir que cada servidor virtual permita que você trafegue até 5000GB sem custo, de dentro do seu Data Center para a Internet (chamado também de outbound bandwidth).

Outros provedores de cloud computing cobram entre 0,12 e 0,19 centavos de dólar por GB / mês.

Para cada servidor físico provisionado (baremetal), esse tráfego sobe para 20000GB sem custo adicional.

E além da vantagem de possuir um volume bastante considerável de tráfego outbound sem custo, a SoftLayer permite ainda que você some essas capacidades e a utilize através de um único servidor.

No exemplo que iniciei acima, apenas um servidor precisaria enviar dados para a internet, então eu teria a seguinte situação:

Server 1 : 5000GB
Server 2 : 5000GB (volume sem utilização)
Server 3 : 5000GB (volume sem utilização)

Total 15000GB para “sair” por um único servidor.

Para operacionalizar isso dentro da SoftLayer é necessário seguir alguns passos:

1. No portal da SoftLayer [Control.softlayer.com] acessar o menu “Network” > “Bandwidth” > “Pools”

pool12. Clique em “add” e dê um nome ao “pool name” e selecione uma região. Para finalizar clique no botão “add” a direita.

pool2

3. O grupo será criado e aparecerá numa lista. Clique sobre o nome do pool criado e clique em “add server” e depois no botão “select” para adicionar cada um dos servidores ao pool.

pool3
Observe que haverá a cobrança de 25 dólares para cada servidor adicionado ao pool e a cobrança única de 25 dólares por servidor. Então no exemplo acima, para eu permitir que apenas um servidor possa trafegar 15000GB sem custo (5000 + 5000 + 5000), a conta ficaria:

Pagamento único: 25 dólares x 3 = 75 dólares
Pagamento mensal, enquanto utilizar o bandwidth pool : 25 dólares x 3 = 75 dólares

Mais uma vez o meu Muito Obrigado, ao meu amigo Rudnei pela dispobilização do conhecimento técnico e a possibilidade do uso do post.

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87

Desabilitando a Public Bandwidth na Cloud IBM SoftLayer [Parte V]

Leitores, Bom Dia.

Após o evento de StartUp São Paulo realizado aqui na IBM Brasil, vamos ao post sobre Network número 5 – Desabilitando a Public Bandwidth na Cloud IBM SoftLayer.

Comentei no post de número I, III e IV que ao provisionar um servidor físico ou virtual você terá PRIVATE Network e PUBLIC Network, certo ?

Então aqui cabe a pergunta – Por qual motivo eu desabilitaria a PUBLIC e como esse servidor irá se comunicar com os demais ?

Resposta: O exemplo mais simples que podemos abordar é um servidor de BANCO DE DADOS . Qual a necessidade de deixarmos o banco de dados exposto na INTERNET, sofrendo ataques, tentativas de acesso e invasão? – Não há necessidade.

Desse modo podemos desabilitar a PUBLIC network via Portal através dos steps abaixo:

1. Acesse a página web: https://control.softlayer.com/

2. No portal clique sobre Device > Device List.

device

3. Selecione qual o servidor que deseja desabilitar a Public Network.

device2

4. Ao abrir a nova janela, acessar a opção de Network e você terá os indicativos de Public e Private com a possibilidade aumentar ou diminuir a velocidade ou até desabilitar.

device3

Desabilitando a Public network você poderá fazer os servidores de comunicarem através de Private network, lembrem-se SEM CUSTO !!!

Obrigado e abraços,


Thiago Viola – IBM Cloud Representative
E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: https://www.linkedin.com/pub/thiago-viola/35/969/893
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87