Nota

IBM Cloud BlueMix com novo layout

Olá Leitores, Boa Tarde.

Temos novidades no portal de Cloud IBM.

Todos os usuários ao acessarem o conteúdo de Cloud IBM notarão que o plano da alteração do nome de SoftLayer para IBM Cloud BlueMix Infrastructure continua., e agora novos layouts estão sendo implementados.

Ao acessar SOFTLAYER.COM, até o presente momento vocês terão o conteúdo estático relacionado a todo o portfólio da Cloud IBM, porém ao acessar cada ítem este será redirecionado a https://www.ibm.com/cloud-computing/bluemix/ ….

Na prática ao acessar qualquer serviço este será redirecionado.

Screen Shot 2017-04-27 at 2.55.59 PM

Layout antigo com servidores BARE METAL.:
http://www.softlayer.com/bare-metal-search

Screen Shot 2017-04-27 at 2.57.53 PM

Layout NOVO: https://www.ibm.com/cloud-computing/bluemix/bare-metal-search

Screen Shot 2017-04-27 at 3.00.13 PM

Obrigado e Abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Recomendações para fugir de vendor lock-in em Cloud.

Bom Dia Leitores,

O assunto de ‘Vendor lock-in’ não é novo, vem de muito tempo atrás com hardware, software, ERP, etc., e agora é a vez de analisarmos o cenário em Cloud e propor uma visão pertinente sobre como não cair na armadilha do ‘lock-in’.

Handcuffs

 

Não restam dúvidas que qualquer fornecedor escolhido este tentará convencer sua empresa a extrair o valor máximo de sua Cloud.

Mas e qual é a sua estratégia de saída ? Como tratar alternativas a problemas recorrentes ou genericos ? estas e outras questões em todos os modelos de Cloud devem ser respondidos antes da contratação.

Sendo assim, vamos a análise um a um.:

IaaS

  • Inicie a busca por provedores de infraestrutura que façam uso e tenha padrões de APIs compatíveis com a maioria dos provedores de Cloud e sejam aderentes a modelos abertos como o Open Stack.
  • Utilize Docker ou solução similar. Dessa maneira você terá containers  modulares que você ‘pode reconstruir e implantar’ com simplicidade.
  • Evite utilização de banco de dados exclusiva de um provedor. Sabemos que sua aplicação precisa armazenar, mas escolha corretamente o modelo e serviço de banco de dados contratado.

 

IaaS/PaaS

  • Implementar integração de API/REST. Modelo fácil da Web que você se conecta através de HTTPS e torna padrão facilmente em chamadas web.  
  • Configuração deverá ser externalizada. Não codifique utilizando apenas um serviço, servidor, plataforma, etc.
  • Use APIs comuns. Se você estiver usando NodeJS por exemplo ou outras APIs bem conhecidas semelhantes, então não se preocupe com vendor lock-in. Se você começar a usar os serviços fornecidos pela plataforma, você tem um problema maior.

 

SaaS

  • Certifique-se de que existe um método padrão para a exportação de dados. Veja se é viável importar seus dados em outros sistemas.
  • Teste o método de exportação de dados.

 

Cloud em geral

  • Evite dependência da tecnologia exclusiva do provedores de Cloud. Na maioria das vezes, seus laços arquitetônicos são mais processos do que códigos. Estes tendem a vazar em chamadas API ou outros procedimentos de gestão operacional.
  • Use IPs fixos e nomes DNS vinculados à sua empresa e não ao provedor.
  • Tenha duas Cloud. É mais fácil mover se você começar com pelo menos dois fornecedores diferentes. Isso é mais difícil de fazer com SaaS, mas bastante operável com IaaS / PaaS. 

 

Em linhas gerais utilizar a arquitetura de microserviços ou, pelo menos, os seus princípios é a melhor alternativa. Sempre mantenha UMA estratégia de saída do provedor de Cloud e tenha certeza que este provedor não está criando dificuldades a você.

abcno_lock

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Computação Quântica e Cloud IBM – o futuro chegou – Vamos testar ?

Olá Leitores,

O tema computação quântica é um assunto que gera ansiedade, estranheza e muito interesse devido a aplicação e inovação nas novas tendências de tecnologia.

A idéia da computação quântica é tornar possível solucionar problemas que nem mesmo os supercomputadores de hoje conseguem resolver.  Este computador poderá ser programado para realizar qualquer tarefa computacional e será exponencialmente muito mais rápido do que as tecnologias clássicas para um grande número de aplicações científicas e de negócios.

quantum-computing

Para que tenhamos um entendimento mutuo vamos passo a passo.

Computação Quântica: O que é ?

A computação quântica é pouco compreendida e devo assumir que o assunto é interessante mas também complexo!

Para termos uma noção mais clara do conceito, basta pensarmos no modelo computacional atual que é baseado no sistema binário. Um bit pode assumir os estados que convencionamos chamar de 0 ou 1.

Já o elemento central da computação quântica é o qubit (abreviação de “bit quântico”), que se diferencia por poder assumir o estado 0, o estado 1 ou ambos os estados ao mesmo tempo.

A capacidade dos qubits de assumir dois estados simultaneamente aumenta de forma considerável a capacidade de processamento do computador.

AAEAAQAAAAAAAAMFAAAAJGE2MDFjMjU3LTEyZmMtNDRlZi04ODJkLWMwYTNkODQxMzllNg

 

Esse modelo dá margem para um número muito grande de cálculos que podem ser realizados ao mesmo tempo, sendo assim, o efeito prático é a possibilidade de resolver problemas que na computação clássica levariam um tempo impraticável.

 

Computação Quântica: Onde vamos aplicar ?

A idéia é que a computação quântica poderá ser usada junto com os sistemas convencionais. Atualmente muitos cientistas acreditam que os computadores quânticos possam ser usados para assegurar a solução de problemas complexos e ainda ajudarem a encontrar cura para doenças como câncer e Alzheimer. Ao oferecer ganhos exponenciais em performance, computadores quânticos também podem ter uma enorme aplicação na criptografia e na química computacional, entre outros campos.

Um exemplo clássico que encontrei é o vendedor viajante que precisa encontrar a rota mais eficiente para visitar um número de cidades. Quanto mais cidades são acrescentadas, maior o número de possíveis rotas e logo há muitas possibilidades para um computador convencional lidar em uma quantidade razoável de tempo.

Um exemplo bem complexo é resolver problemas de otimização como em missões espaciais e no modelo de controle de tráfego aéreo – áreas que a Nasa devota significantes esforços em computação.  “A Nasa tem uma grande variedade de aplicações que não conseguem ser resolvidas em supercomputadores tradicionais em um prazo realista devido a sua complexidade exponencial, então sistemas que usam efeitos quânticos oferecem uma oportunidade de resolver tais problemas”.

 

Computação Quântica e IBM.

A IBM iniciou suas atividades a muito tempo e vem aprimorando ao longo dos tempos a teoria e a prática desta técnologia.

Screen Shot 2017-04-10 at 9.35.54 AM

 

Computação Quântica: Prática – Cloud e IBM Quantum Experience .

A IBM depois de lançar ofertas em tecnologias emergentes como Cloud, Cognição (Watson) e blockchain (Hyperledger e Fabric), a IBM vê os computadores quânticos como uma nova oportunidade de inovação.

A IBM liberou um serviço online que dá a qualquer pessoa acesso gratuito à sua plataforma de computação quântica (via PC ou dispositivos móvel).

Esta experiência está baseada e desenvolvida em torno do serviço de computação em Cloud existente da IBM: a Quantum Experience, que qualquer pessoa pode acessar gratuitamente.

maxresdefault

 

IBM Quantum Experience

Acesse através do link: https://quantumexperience.ng.bluemix.net/ .

Screen Shot 2017-04-10 at 9.50.55 AM

Screen Shot 2017-04-10 at 9.51.08 AM

Aqui fiz uma simulação de um pequeno ambiente utilizando os 05 qubit .

q1

q2

q3

q4

q5

 

 

Computação Quântica: Tour no Laboratório IBM.

 

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Head of Cloud Digital Sales Brazil
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Serverless Computing pode facilitar a automatização de sua TI.

Olá Leitores, Boa Tarde.

O tema de Serverless Computing é relativamente novo no mercado mas os benefícios que essa tecnologia traz possibilitará empresas terem seus ambientes automatizado sem a necessidade de grandes investimentos de dinheiro e tempo.

Serverless Computing é  também conhecido como Function as a service (FaaS), é um modelo de execução de código de computação em Cloud no qual o provedor de Cloud gerencia totalmente o início e a parada da plataforma de contêiner de uma função como um serviço (PaaS), conforme necessário para atender solicitações.

A grande sacada aqui em Serverless Computing” é justamente ser utilizado por uma empresa sem a necessidade de comprar, alugar ou provisionar servidores ou máquinas virtuais para o código de back-end executar.

serverless

Serverless Computing pode ser usado em conjunto com código escrito em estilo de servidor tradicional, como microservices e também pode ser ativado por eventos específicos (como o registro de usuário, uma autenticação, performance, etc) ou ser configurado para ser executado atrás de uma plataforma de gerenciamento de API.

Um exemplo bem claro de como este serviço poderá funcionar pode ser destinada a aplicações orientadas a UserInterface como um site de e-commerce.

Vamos pensar em um sistema tradicional de 3 camadas orientado ao cliente com lógica do lado do servidor. Tradicionalmente, a arquitetura será algo deste modo, e digamos que é implementado em Java no lado do servidor, com um componente HTML / Javascript como o cliente:

Screen Shot 2017-03-29 at 8.49.47 AM

Com essa arquitetura, o cliente pode ser relativamente inteligente, com grande parte da lógica no sistema – autenticação, navegação de página, pesquisa, transações – implementada pelo aplicativo de servidor. No entanto, com uma arquitetura Serverless isso pode funcionar melhor desta maneira:

Screen Shot 2017-03-29 at 8.50.44 AM

Esta é uma visão  simplificada, mas mesmo com isso há uma série de mudanças significativas que aconteceram aqui. Note que esta não é uma recomendação de uma migração de arquitetura, trata-se apenas de um exemplo para expor o conceitos de Serverless.

Na prática atualmente temos alguns serviços de ServerLess já transformados em produtos pelo principais provedores de Cloud como IBM (com o OpenWhisk), AWS (com o Lambda) e Google (com o Google Cloud Functions).

A critério de curiosidade é interessante sabermos o que temos por trás destes serviços e temos uma base em qual linguagem cada um deles está desenvolvido.

  • IBM – OpenWhisk – Open Source Serverless – suporta Node.js, Swift, Python e Java via Docker Containers e futuramente em Kubernetes.
  • AWS – Lamdba – Node.js, Python, Java, C#
  • Google – Cloud Functions – Node.js

O serviço de Serverless da IBM, conhecido como OpenWhish fornece um serviço de computação distribuída para executar a lógica do aplicativo em resposta a eventos. Existem vários conceitos como:

  • Triggers: Uma classe de eventos emitidos por fontes de eventos. 
  • Actions: Encapsular o código real a ser executado que suporta ligações de vários idiomas incluindo NodeJS, Swift e programas binários arbitrários encapsulados em Docker Containers. As ações invocam qualquer parte de um ecossistema aberto incluindo serviços Bluemix existentes para análise, dados, cognitivo ou qualquer outro serviço de terceiros. 
  • Rules: uma associação entre uma triggers e um action. 
  • Packages: Descrever os serviços externos de forma uniforme.

 

OpenWhisk_Arch2

 

Quer testar na prática ?

Acesse agora mesmo o BlueMixhttps://console.ng.bluemix.net/openwhisk/.

Screen Shot 2017-03-29 at 9.05.14 AM

Combine Serverless com InfraEstrutura até Watson !!! 🙂

Screen Shot 2017-03-29 at 9.07.49 AM.png

Em posts futuros trago um serveless funcionando com um vídeo.

Referências:

https://martinfowler.com/articles/serverless.html#unpacking-faas
https://developer.ibm.com/openwhisk/

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

Cloud para 2017 – O que devemos esperar ?

Olá Leitores, Bom Dia.

Um Feliz 2017 repleto de energia positivas e grandes acontecimentos para todos nós.

Para começarmos o ano e este post devemos constatar que Cloud Computing nos últimos cincos anos ajudou muitas empresas a se transformar mas após algumas pesquisas vejo muitos especialistas e provedores de tecnologia concordarem que estamos entrando na segunda fase para Cloud.

Nesta fase o mercado estará acelerado tanto para Cloud públicas quanto para Cloud  privada onde à medida que as empresas buscarem ganhar eficiência essas irão escalar cada vez mais seus recursos computacionais, criarão novos ambientes e farão uso intenso de infraestrutura e plataforma.

Minha percepção para o mercado brasileiro é que teremos um ano muito promissor sem dúvida nenhuma. Nos últimos dois, três anos vimos as empresas superarem questões de desconfiança como segurança, localidade física, latência, performance, e temos o cenário maduro para que o crescimento seja exponencial. 🙂

homem-de-negocios-com-icones-nuvem_1134-257

Vou enumerar alguns fatores que serão impulsionadores para que realmente tudo se torne realidade.:

1.) Empresas com grandes orçamentos, DataCenters locais e aplicações complexas estarão olhando para Cloud e buscando provedores que tornem viável a execução de aplicações essenciais (core business).

Aplicações ‘core business’ como ERPs, CRMs, SAP, Totvs, Oracle e grandes investimentos em DataCenters locais não serão mais desculpas para que as empresas adotem Cloud. Sendo infraestrutura, plataforma ou Software os benefícios de Cloud são evidentes e as empresas passaram a investir fortemente nesta nova modalidade.

2.) Crescimento no número de provedores de Cloud no Brasil.

O número é grande !  Cloud hoje no Brasil tem para todos os gostos. Temos de multinacionais até empresas locais – relacionado as principais como IBM, AWS, AZURE, GOOGLE e as locais que buscam novos conceitos como LOCAWEB, UOL, TIVIT, etc.

Esse número alto de provedores fará com que a competitividade cresça e torne as soluções e produtos cada vez mais qualificados impulsionando assim novos clientes.

 

3.) O tamanho ainda não importa! O importante é que as empresas tenham CLOUD;

Quando falamos de infraestrutura por exemplo, é difícil encontrarmos grandes movimentações – a não ser um projeto ou outro. Fato é que para que cloud ganhe grandes clientes e uma utilização exponencial o importante é que as empresas estejam utilizando Cloud.

4.) As ferramentas migração para cloud estão melhorando e facilitarão a adoção;

Um dos fatores que os clientes sempre colocavam como impeditivo era a questão de migração de seu ambiente para Cloud e a necessidade em muitos casos de uma customização completa de suas aplicações.

Este problema hoje tem uma real solução, empresas como Double Take, Zerto, CloudMigrator tem transformado e criado aplicações capazes de migrar o ambiente garantindo estabilidade, baixo custo e diminuindo cada vez mais o impacto da ida a Cloud.

 

5.) Criação de novos negócios;

Não há mais espaço para perda de tempo. Hoje a criação de novos negócios é cada vez mais importante e Cloud é um parceiro essêncial nesta jornada.

O mundo está em se transformando a cada minuto e aplicações web e mobile farão cada vez mais sentido para o atendimento de seus clientes.

diferentes-aplicacoes-moveis_1284-816

Para que interessar o Forrester criou um relatório onde teremos as 10 previsões de Cloud esperadas para este ano: “Forrester Predictions: Ten Key Developments In Cloud Computing Shape The Industry In 2017.”

É isso aí pessoal, vamos com tudo !

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

ConaCloud 3 – O maior congresso Online de Cloud Computing do Brasil

Olá Leitores, Bom Dia.

Quem está procurando por informações qualificadas de Cloud Computing aqui está uma grande oportunidade.  Participe do evento ConaCloud em sua terceira edição !!!

O evento é gratuito e acontecerá de 12 a 16 de Dezembro.

screen-shot-2016-12-06-at-11-51-34-pm

O que é o ConaCloud ?

O CONACLOUD é um Congresso 100% Online e Gratuito que reunirá os maiores experts em Computação em Nuvem da América Latina. Serão palestrantes selecionados abordando os mais variados assuntos como Carreira, Negócios, Plataformas e Ferramentas. O conceito de Congresso Online é totalmente inovador no Brasil, porém já muito consagrado nos Estados Unidos e Europa.

Qual o objetivo do ConaCloud?

Nosso objetivo é esclarecer muitas dúvidas ainda existentes sobre essa onda que invade o mercado de TI. Em breve a Computação em Nuvem será indispensável para qualquer ambiente de tecnologia, e já está dominando o mercado corporativo.Com a realização do CONACLOUD esperamos proporcionar novas oportunidades à milhares de profissionais de TI dando-lhes acesso ao conhecimento e experiência dos maiores experts no assunto, para que possam iniciar ou ampliar seus negocios em Cloud Computing.Nós acreditamos que através da Internet podemos dar oportunidade à milhares de profissionais que dificilmente a teriam se tivessem que participar de um Congresso presencial.



Palestras:

Este ano eu irei palestrar dia 15 de Dezembro as 20h .

Tema: O FUTURO DA TI MORA NA CLOUD.

Quer saber porque ? Vou contar um pouco…

A evolução da tecnologia nos leva a um mundo onde Cloud Computing é e será parte inerente de produtos e aplicações. Entender a evolução dos negócios, saber como aproveitar e aplicá-lo em seu dia a dia será a grande chave para o sucesso. O futuro com Cloud, IoT, Analytics e Computação Cognitiva trará a sociedade facilidades e um novo conceito em tecnologia.

Acesse agora mesmo o site e garanta sua inscrição:  http://conacloud.com.br/

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola

Nota

VPN no BlueMix – Veja na prática como funciona.

Olá Leitores, Bom Dia.

Na última semana tivemos o anúncio da unificação entre SoftLayer e BlueMix e assim a possibilidade de vocês clientes começarem a criar novos ambientes e aplicações.

Um dos primeiros passos que a grande maioria dos clientes nos pede é a criação de VPN e como isso se aplica na prática.

Para demonstração meu colega de trabalho, Gerson Itiro , desenvolveu um vídeo completo que demonstra na prática como realizar a configuração, Vale a pena assistir !

Obrigado e abraços,


Thiago Viola
Cloud Mid Market Sales Leader
SoftLayer Subject Matter Expert

E-mail: thiagoviola@yahoo.com.br
LinkedIn: br.linkedin.com/in/thiagoviola
Blog: https://thiagoviola.wordpress.com/
Twitter: @ThiViola
YouTube Channel: https://www.youtube.com/user/tviola87
Slide Share: http://www.slideshare.net/ThiagoViola